João Leonardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São João Leonardi
São João Leonardi
Nascimento 1541 em Diecimo, cidade-estado de Lucca, na Itália
Morte 9 de outubro de 1609 (68 anos) em Roma, Estados Papais
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 1861 por Papa Pio IX
Canonização 1938 por Papa Pio XI
Principal templo Santa Maria in Campitelli
Festa litúrgica 9 de outubro
Padroeiro Farmacêuticos[1]
Gloriole.svg Portal dos Santos

São João Leonardo, ou Geovanni Leonardi (Borgo a Mozzano, cerca de 1541 - Roma, 9 de outubro de 1609), foi o fundador da Ordem dos Clérigos Regulares da Mãe de Deus, conhecidos por Leonardinos, e promotor do Colégio Missionário de Propaganda Fide. Foi proclamado santo pelo Papa Pio XI em 1938.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele nasceu por volta de 1541 em uma família de fazendeiros ricos da aldeia de Diecimo, hoje, no município de Borgo a Mozzano, em Lucca. Trabalhou durante alguns anos como farmacêutico, mas em torno de 1568, decidiu dedicar-se ao estudo da teologia e, em 22 de dezembro de 1572, foi ordenado sacerdote.

A 1 de setembro de 1574 funda na igreja de Santa Maria della Rosa, em Lucca, a congregação dos padres reformados da Santíssima Virgem, dedicados ao apostolado e à formação do clero. Elaborou para eles a Constitutiones Clericorum regularum Matris Dei confirmadas em 13 de Outubro de 1595. Mais tarde, em 3 de Novembro de 1621, congregação foi elevada à ordem religiosa pelo Papa Gregório XV, assumindo o nome actual da Ordem dos Clérigos Regulares da Mãe de Deus.

Dedicou-se ao voluntariado para a assistência aos idosos abandonados e aos peregrinos[2].

Em 1596 o Papa Clemente VIII nomeia-o "visitador apostólico" e comissário, com um mandato para a Reforma Protestante, de acordo com os cânones do Concílio de Trento.

Com o padre espanhol Juan Bautista Vives y Maria deu origem a Roma para um movimento missionário que, após sua morte, levou à criação do Colégio Missionário de Propaganda Fide (em 1624, Universidade Urbaniana) e à construção da Sagrada Congregação para a Propagação da Fé (1627).

Morreu em Roma em 1608 e seu corpo foi transferido em 1662 para a Igreja de Santa Maria in Portico, em Campitelli, sua igreja titular. Em 25 de abril 1951 foi erguida a Igreja de São João Leonardi, na praça dos Cisnes, em Roma.

Foi declarado Venerável pelo Papa Clemente XI, em 1701, e foi beatificado em 10 de novembro de 1861 por Pio IX. Será depois Bento XVI que o proclama santo e padroeiro de todos os farmacêuticos, com o dia de 9 de outubro para o festejar.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre João Leonardo