João Teixeira Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde julho de 2014)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.

João Miguel Trancoso Vaz Teixeira Lopes (Porto, 15 de agosto de 1969) é um sociólogo e político português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É licenciado em Sociologia (1992), Mestre em Ciências Sociais (1995) e Doutor em Sociologia (1999), exercendo a profissão de professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Foi vice-presidente (2012-2016) e presidente (2016-2018) da Associação Portuguesa de Sociologia.

É dirigente do Bloco de Esquerda, integrando a Mesa Nacional e a Coordenadora Distrital do Porto.

Foi membro efectivo do Observatório das Actividades Culturais entre 1996 e 1998, sendo atualmente seu colaborador.

Integrou a equipa coordenadora do Relatório das Políticas Culturais Nacionais (1985-95) junto do Conselho da Europa, em 1988.

Foi programador da Porto Capital Europeia da Cultura 2001, enquanto responsável pela área do envolvimento da população.

Foi coordenador científico do Instituto de Sociologia da FLUP entre 2002 e 2010, e diretor da Revista Sociologia entre 2009 e 2013.

Exerceu funções de deputado na Assembleia da República, durante a IX e X legislaturas.

Candidatou-se à Presidência da Câmara Municipal do Porto em 2009, tendo obtido 2,60% dos votos. Foi novamente anunciado como candidato à Presidência da Câmara Municipal do Porto em 2017, após a desistência de João Semedo.[1]

Obras publicadas (seleção)[editar | editar código-fonte]

  • Tristes Escolas – Um Estudo sobre Práticas Culturais Estudantis no Espaço Escolar Urbano, 1997, Edições Afrontamento, Porto (Dissertação de Mestrado)
  • A Cidade e a Cultura – Um Estudo sobre Práticas Culturais Urbanas, 2000, Edições Afrontamento, Porto (Dissertação de Doutoramento)
  • A Tutoria do Porto, 2001, Edições Afrontamento, Porto
  • Novas Questões de Sociologia Urbana, 2002, Edições Afrontamento, Porto
  • Escola, Território e Políticas Culturais, 2003 Campo das Letras, Porto
  • Factores, Representações e Práticas Institucionais de Promoção do Sucesso Escolar no Ensino Superior (2010)
  • Sociologia, 24 (revista da Faculdade de Letras da UP)
  • Sociologia, N.º 23 (revista da Faculdade de Letras da UP)
  • Geração Europa? (2014)

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências