Joan Ponç

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Joan Ponç (Barcelona, 1927Saint-Paul de Vence, 1984) foi um pintor catalão.

O catalão Joan Ponç foi considerado como um dos grandes representantes do Surrealismo na Espanha, com um olhar sempre voltado para o interior da existência, onde impera o subconsciente, e para a misteriosa busca da relação entre seres e coisas.

Integrou o grupo de vanguarda Dau Al Set e da revista de mesmo nome que chegou a dirigir. Sua participação na Bienal de São Paulo de 1955 abriu caminho para uma vinda ao Brasil onde permaneceu por quase 10 anos.

Viveu em São Paulo e em 1960 fundou o grupo L'Espai ("O Espaço" em catalão). Foi professor e orientador de inúmeros artistas, entre os quais, Nelson Leirner, Jeanete Musatti e Moysés Baumstein (matemático e físico de formação e mais tarde hológrafo e cineasta).

Voltou para Barcelona em 1962, e em 1965 mais uma vez participou da Bienal de São Paulo quando recebeu o Grande Premio Internacional de Desenho da 8ª Bienal de São Paulo.

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.