Joe Pasternak

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joe Pasternak
Pasternak por volta dos anos 40.
Nascimento 19 de setembro de 1901
Șimleu Silvaniei, Romênia
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Morte 13 de setembro de 1991 (89 anos)
Beverly Hills
Ocupação cineasta
Indicações
1939 — Prêmio Memorial Irving G. Thalberg
IMDb: (inglês)

Joe Pasternak (Șimleu Silvaniei, 19 de setembro de 1901 - Beverly Hills, 13 de setembro de 1991) foi um produtor cinematográfico húngaro-estadunidense. Em 40 anos de carreira, ela tornou-se um dos maiores produtores de musicais de Hollywood.[1] Seus filmes arrecadaram um total de US$ 400 milhões.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 40 anos de carreira, Pasternak tornou-se um dos maiores produtores de musicais de Hollywood, realizador de 105 filmes e descobridor de celebridades como Judy Garland, June Allyson, Deanna Durbin e Gloria DeHaven.

Em meados da década de 1930, a Universal Pictures enfrentava a falência, e foi Pasternak que reabilitou as finanças do estúdio com 10 filmes estrelados por Deanna Durbin, que ajudou a salvar a companhia. O produtor, também conseguiu reerguer a carreira de Marlene Dietrich com Atire a Primeira Pedra (1939). Clássicos como A Viúva Alegre, O Grande Caruso e Marujos do Amor levaram sua assinatura.[2]

Seus filmes eram na maiorias das vezes criticado pela imprensa, mas raramente pelo público, arrecadando US$ 400 milhões em bilheterias. "Se eu tivesse uma porcentagem, eu seria o homem mais rico da cidade," disse ele ao Los Angeles Times em 1980.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jornal do Brasil, 18 de setembro de 1991, página 14.
  2. «Joe Pasternak, 89, Film Producer Known for His Wholesome Fare». The New York Times. Consultado em 26 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]