José Carlos Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Carlos Melo, CM
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Maceió
Atividade Eclesiástica
Congregação Congregação da Missão
Diocese Arquidiocese de Maceió
Nomeação 3 de julho de 2002
Predecessor Dom Edvaldo Gonçalves Amaral, S.D.B.
Sucessor Dom Antônio Muniz Fernandes, O.Carm.
Mandato 2002 - 2006
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 31 de julho de 1955
Petrópolis
Nomeação episcopal 10 de julho de 1991
Ordenação episcopal 28 de setembro de 1991
Olinda
por Dom Frei Lucas Cardeal Moreira Neves, O.P.
Lema episcopal VENIT UT MINISTRARET
Nomeado arcebispo 2 de junho de 1999
Brasão arquiepiscopal
Template-Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Codó, Maranhão
4 de junho de 1930
Morte Maceió, Alagoas
30 de maio de 2017 (86 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Angela da Cunha Melo
Pai: José Maria Carmelita de Mello
Funções exercidas -Bispo-auxiliar de Salvador (1991-1999)
-Arcebispo-auxiliar de Salvador (1999-2000)
-Arcebispo-coadjutor de Maceió (2000-2002)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom José Carlos Melo CM (Codó, 4 de junho de 1930 - Maceió, 30 de maio de 2017[1]) foi um arcebispo brasileiro da Igreja Católica Romana.

Filho de José Maria Carmelita de Mello e Angela da Cunha Melo. Professou na Congregação da Missão (Padres Lazaristas), em 25 de março de 1950, em Petrópolis.

Foi ordenado sacerdote a 31 de julho de 1955, em Petrópolis. Em 10 de julho de 1991, foi nomeado Bispo Auxiliar do Cardeal Dom Lucas Moreira Neves , Arcebispo de Salvador, Bahia. Em 2 de junho de 1999, foi nomeado Arcebispo auxiliar de Salvador. Em 31 de maio de 2000, tomou posse como Arcebispo coadjutor, em solenidade, na Catedral Metropolitana.

Em 3 de setembro de 2002, com a renúncia de Dom Edvaldo Gonçalves Amaral , SDB, assumiu, efetivamente, o governo da Arquidiocese de Maceió. Em 29 de junho de 2003, recebeu o Pálio de Arcebispo, na Basílica de São Pedro juntamente com 37 arcebispos do mundo inteiro. Era o responsável pelos Presbíteros no Regional NE/2 da CNBB.

Deixou a Arquidiocese em 4 de fevereiro de 2007 para a posse de Dom Antônio Muniz Fernandes. Morreu em 30 de maio de 2017 após idade avançada, e pelo agravamento do estado de saúde.

Referências

  1. «Morre arcebispo emérito de Maceió». G1 Alagoas. 30 de maio de 2017. Consultado em 31 de maio de 2017 

Morre dom José Carlos Melo - Arquidiocese de Maceió[1]