Juan Sánchez Cotán

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Juan Sánchez Cotán
Aparição da Virgem do Rosário aos Cartuxos
Nascimento 25 de junho de 1560
Toledo
Morte 8 de setembro de 1627 (67 anos)
Granada
Cidadania Espanha
Ocupação pintor

Juan Sánchez Cotán (Toledo, 25 de junho de 1560Granada, 8 de setembro de 1627) foi um pintor espanhol do Barroco, um pioneiro do realismo no país, estando sua obra na fronteira entre o Maneirismo e o Barroco. Suas naturezas-mortas, chamadas bodegones, eram pintadas em um estilo austero, seguindo o estilo do tenebrismo.

Nasceu em Orgaz, perto de Toledo e foi provavelmente aprendiz de Blas de Prado, um artista famoso por suas naturezas-mortas em estilo maneirista. Aos quarenta anos, fechou seu ateliê e entrou para o Mosteiro de Santa Maria de El Paular da Ordem dos Cartuxos e, em 1612, foi para a Cartuxa de Granada onde realizou obras religiosas.

Influenciou outros artistas espanhóis tais como Juan van der Hamen, Felipe Ramírez, os irmãos Vincenzo Carducci e Bartolomeo Carducci e ainda Francisco de Zurbarán.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lacotte, Michel (1991). Larousse Dictionary of Painters, Mallard Press. ISBN 0-7924-5132-5
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Juan Sánchez Cotán

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.