Knack

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Knack
Desenvolvedora(s) SCE Japan Studio
Publicadora(s) Sony Computer Entertainment
Diretor(es) Mark Cerny
Produtor(es) Yusuke Watanabe
Escritor(es) Mark Cerny
Artista(s) Yoshiaki Yamaguchi
Plataforma(s) PlayStation 4
Data(s) de lançamento
  • JP 22 de fevereiro de 2014
  • AN 15 de novembro de 2013
  • BR 29 de novembro de 2013
  • EU 29 de novembro de 2013
Gênero(s) Plataforma
Beat 'em up
Modos de jogo Um jogador, Cooperativo multijogador
Classificação Permitido para todas as idades i DEJUS (Brasil)[1]
Inadequado para menores de 10 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 12 anos i PEGI (Europa)
Knack II

Knack é um jogo eletrônico de plataforma publicado pela Sony Computer Entertainment e desenvolvido pela SCE Japan Studio em cooperação com o designer Mark Cerny em exclusivo para a PlayStation 4. Foi oficialmente anunciado por Cerny em 20 de Fevereiro de 2013 durante o evento PlayStation Meeting 2013 em Nova Iorque.[2]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O personagem homônimo Knack tem a habilidade de incorporar relíquias a seu corpo, podendo assim, mudar de tamanho e forma. A jogabilidade do jogo foi descrita pelo seu criador como parecida com Crash Bandicoot e Katamari Damacy, com um toque de God of War pelo seu clima épico.[3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O Doutor estudou antigas relíquias de uma civilização perdida por muitos anos e finalmente encontrou um jeito de uni-las e dar consciência a elas. O resultado é Knack, uma criatura com o poder de incorporar mais relíquias ao seu corpo conforme as encontra, permitindo que ele se transforme de uma criatura com menos de um metro de altura em uma gigantesca máquina de demolição. A humanidade está ameaçada por um exército de goblins e Knack decide protegê-la. Até que ele percebe que os elementos da comunidade humana representam um perigo ainda maior.[4]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 7/10[5]
Electronic Gaming Monthly 4.5/10[6]
GameSpot 4/10[7]
Game Informer 8.25/10[8]
Giant Bomb 2 de 5 estrelas.[9]
IGN 5.9/10[10]
Joystiq 1.5 de 5 estrelas.[11]
Pontuação global
Publicação Nota média
GameRankings 56.91%[12]
Metacritic 56/100[13]

Referências

  1. «Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação». Diário Oficial da União (Ano CL Nº203): p. 62. 18 de outubro de 2013. ISSN 1677-7042. Consultado em 24 de novembro de 2013 
  2. Jack Tretton (21 de Fevereiro de 2013). «PlayStation Meeting 2013: O Futuro dos Jogos Chegou com o PlayStation 4». PlayStation Blog BR. Consultado em 31 de Março de 2013 
  3. Mark Cerny (20 de Fevereiro de 2013). «Knack – A Brand New Platformer for PlayStation 4» (em inglês). PlayStation Blog. Consultado em 31 de Março de 2013. [...]he can incorporate more relics into his body as he finds them[...]The result is gameplay which is a little bit like Crash Bandicoot, and a little bit like Katamari Damacy, in that the Knack can get quite large indeed. There’s also a touch of God of War in there, in that there is an epic feel to the game in places. 
  4. Mark Cerny (20 de Fevereiro de 2013). «Knack – Um Novo Jogo de Plataforma para o PlayStation 4». PlayStation Blog BR. Consultado em 31 de Março de 2013. O Doutor (um cientista não muito maluco) estudou antigas relíquias de uma civilização perdida por muitos anos e finalmente encontrou um jeito de uni-las e dar consciência a elas. O resultado é Knack, uma criatura com poderes misteriosos[...]Quanto à história, a humanidade está ameaçada por um exército de goblins e Knack decide protegê-la – até que fica claro que os elementos da comunidade humana representam um perigo ainda maior. 
  5. Dale North (13 de novembro de 2013). «Knack Review». Destructoid. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  6. Chris Holzworth (18 de novembro de 2013). «EGM Review: Knack - Falling to pieces». Electronic Gaming Monthly. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  7. Tom Mc Shea (13 de novembro de 2013). «Knack Review: Falling to pieces». GameSpot. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  8. Matt Helgeson (13 de novembro de 2013). «Knack Review - Bringing Old-School Platforming To Next-Gen». Game Informer. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  9. Alex Navarro (18 de novembro de 2013). «Knack Review». Giant Bomb. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  10. Steve Butts (13 de novembro de 2013). «Knack Review - Small Things Come In Big Packages». IGN. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  11. Ludwig Kietzmann (13 de novembro de 2013). «Knack review: 32-bit hero». Joystiq. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  12. «Knack for PlayStation 4 - reviews». GameRankings. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  13. «Knack for PlayStation 4 - reviews». Metacritic. Consultado em 19 de novembro de 2013