Lamborghini LM002

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation arrow.svg
Este artigo, resulta, no todo ou em parte, de uma tradução. Do artigo «Lamborghini LM002» na Wikipédia em inglês , na versão original. Você pode incluir conceitos culturais lusófonos de fontes em português com referências e inseri-las corretamente no texto ou no rodapé. Também pode continuar traduzindo ou colaborar em outras traduções. Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lamborghini LM002
Lamborghini LM-002.JPG
Visão Geral
Produção 1986 - 1993
Fabricante Lamborghini
Modelo
Classe Off-road
Designer Automobili Lamborghini s.p.A
Ficha técnica
Motor 5.2L, V12, 48 válvulas
Transmissão 5 marchas
Layout Alumínio Rebitado e painéis de fibra de vidro
Modelos relacionados Porsche Cayenne
Dimensões
Largura 2,00m
Altura 1,89m
Peso 2.700 Kg
Tanque 290
Consumo 30 L/100km
Cronologia
Último
Lamborghini Cheetah
Lamborghini Urus
Próximo


O LM002 foi o primeiro utilitário esportivo produzido pela Lamborghini. O modelo foi produzido entre 1982 e 1993, como uma tentativa da entrada da marca no mundo offroad. Mas sem muitos sucessos. Ficou conhecido ao aparecer na versão de Playstation do Need for Speed III: Hot Pursuit, além de aparecer também em Stunts, um jogo do inicio da década de 90 ainda muito popular nos dias de hoje. Também foi mundialmente conhecido por ser o primeiro off-road de uma marca que só produz superesportivos.

História[editar | editar código-fonte]

A Lamborghini construiu seu primeiro veículo militar, um veículo protótipo codinome de "Lamborghini Cheetah", em 1977. A Lamborghini tinha projetado o veículo com a esperança de vendê-lo para o exército dos EUA . O protótipo do Cheetah original tinha um motor V8 da Chrysler montado na parte traseira. O único protótipo acabado nunca foi testado pelos militares dos EUA, só demonstrou a eles por seu criador, Rodney Pharis. Mais tarde foi vendido para a Teledyne Continental Motors pela MTI. Isto levou a Lamborghini à desenvolver o Lanborghini LM001 , que foi muito semelhante ao Cheetah, mas teve o motor AMC V8 mantido.

Foi comprovado que o motor montado na parte traseira causava muitas características desfavoráveis ​​em um veículo offroad, e então o Lanborghini LMA002 foi construído com um chassi totalmente novo, movendo-se o motor (agora um V12 vindo do Lamborghini Countach) para a frente. Depois de muitos testes e alterações do protótipo, ele foi finalmente dado um número de série e se tornou o primeiro LM002. O modelo de produção foi revelado no Salão do Automóvel de Bruxelas, em 1986. Foi apelidado de "Rambo-Lambo".[1] Modelos civis foram equipados com um pacote de luxo completo, incluindo guarnição completa em couro, vidros elétricos coloridos, ar condicionado , e um aparelho de som premium montado em um console de teto. Para atender as necessidades do veículo com pneus, a Lamborghini encomendou da Pirelli a criação do pneu Pirelli Scorpion com a customização, run-flat da banda de rodagem. Estes foram feitos especificamente para o LM e foram oferecidos em dois modelos diferentes, um com banda para uso misto e outro para uso apenas na areia. Estes pneus podem ser usados praticamente em pisos estáveis, sem riscos que poderiam causar com o calor do deserto, a carga e as velocidades do LM. O LM002 foi equipado com um tanque de 290 litros de combustível. [2]

Para aqueles que exigem ainda mais potência, o motor Lamborghini tipo L804 de 7,2 litros V12 marine, mais comumente encontrados em lanchas Classe 1 poderiam ser especificado para o uso.

A versão militar do LM002 nunca foi construída e ao contrário de muitas reclamações em toda a Internet das ordens dos militares da Arábia Líbia e da Arábia Saudita, não existem versões militares do LM002 e nenhum foi vendido para governos estrangeiros ou forças militares. [carece de fontes?]

O único proprietário de um modelo Lamborghini LM002 na história - foi feito para Hassanal Bolkiah.[carece de fontes?]

Em 1988, a Lamborghini enviou um LM002 para uma equipe de engenheiros especiais, com a intenção de torná-lo capaz de participar no Paris-Dakar . Tiraram dele qualquer coisa que adicionava peso desnecessário e deu-lhe uma suspensão, modificações no motor que levaram a 600 hp (450 kW), com tubulação anti-capotagem completa, janelas acrílicas e equipamento de GPS. O financiamento acabou antes que ele pudesse ser oficialmente inscrito na competição, embora tenha participado do Rali dos Faraós no Egito e outro na Grécia, ambas as vezes pilotado por Sandro Munari[3]

Perto do fim da produção do LM002, um proprietário de loja automotiva de Turim Salvatore Diomante criou uma one-off versão "Estate" (lê-se Perua), cobrindo a área em volta e elevando o teto. Com isso acrescentou significativamente um interior mais amplo. [4]

Em 18 de julho de 2004, em uma base militar dos EUA perto de Baquba, membros do exército americano usaram um LM002 que tinha pertencido a Uday Hussein para simular os efeitos de um carro-bomba.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "RE: PH Zeroes: Rambo Lambo". Pistonheads.co.uk., visitada em 7 de agosto de 2016.
  2. Lamborghini Registry LM002 Index. Arquivado em web.archive.org, visitado em 7 de agosto de 2016.
  3. "Lamborghini LM002 Paris-Dakar". lambocars.com,visitada em 7 de agosto de 2016.
  4. "Lamborghini LM002 Estate". lambocars.com, visitado em 7 de agosto de 2016.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.