Lippia alba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLippia alba
Lippia alba

Lippia alba
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Verbenaceae
Género: Lippia
Espécies
Ver texto

Lippia alba, é uma espécie de planta com flor da família Verbenaceae, nativa do sul do Texas, nos Estados Unidos,[1] México, Caribe, América Central e América do Sul. A espécie também está presente na Austrália e na Índia, onde foi  provavelmente introduzida pelo homem.[2] 

É um arbusto multi-ramificado, atingindo altura de 1,5 m (4 9 pé). As folhas medem 1 to 3 cm (0 39 to 1 2 in) de comprimento e 0,9 to 2 cm (0 35 to 0 79 in) de largura e são opostos ou em grupos de três. Flores brancas, cor-de-rosa, ou azul-roxo corolas formam inflorescência 2 cm (0 79 in) de comprimento.[3]

Nomes populares[editar | editar código-fonte]

É popularmente conhecida como Erva cidreira brasileira,[4] Erva cidreira de arbusto,[4] Erva cidreira do campo[4] Falsa erva cidreira,[5] Falsa melissa,[5] Alecrim do campo,[6] Erva cidreira brava,[6]Sálvia-da-gripe,[7] Sálvia,[7] Sálvia-trepadora,[7]Salva-brava,[8] Cidrilha.[8]

Usos medicinais[editar | editar código-fonte]

Popularmente usada como anti-espasmódica,[7] calmante e anticonvulssivante,[9]

A Lippia alba demonstrou atividade inibitória em agentes causadores de afecções da pele e do couro cabeludo, como Propionibacterium acnes, uma bactéria associada à acne e Pityrosporum ovale (renomeado como Malassezia furfur), um fungo que precisa de lipídeo (gordura) para se desenvolver, habita naturalmente o couro cabeludo de humanos e pode causar tanto caspa como dermatite seborreica.[10]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Bushy Lippia, White-flowered Lippia, Hierba Negra, Hierba del Negro, Hierba Buena, Alfombirlla, Cidrilla, Oregano de Burro, Salva do Brasil, Salva Colorado, Te de Castilla, Toronjil de Espana Mirto, Juan slama, Salvia, Sonora, Mastranto, Te del Pais, Te de Maceta, Te del Pan Lippia alba (L. geminata. Benny Simpson's Texas Native Shrubs. Texas A&M University. Consultado em 21 de janeiro de 2010 
  2. Munir, A.A. (1993b).
  3. Tucker, Arthur O.; Thomas DeBaggio (2009). The Encyclopedia of Herbs: A Comprehensive Reference to Herbs of Flavor and Fragrance 2 ed. [S.l.]: Timber Press. pp. 298–299. ISBN 978-0-88192-994-2 
  4. a b c Tamaris Fontanella (2007). Herbanário Sagrado. Clube de Autores. p. 32.
  5. a b Rogério Cavalcante (2009). Fitodontologia. Clube de Autores. p. 35.
  6. a b James A. Duke (2008). Duke's Handbook of Medicinal Plants of Latin America. CRC Press. p. 412. ISBN 978-1-4200-4317-4.
  7. a b c d Cecilia Ballvé Alice (1995). Plantas medicinais de uso popular: atlas farmacognóstico. Editora da ULBRA. p. 106. ISBN 978-85-85692-12-4.
  8. a b Suely Cals (2015). O caldeirão da magia amazônica. Pallas editora. p. 125. ISBN 978-85-347-0581-3.
  9. Plantas medicinais: do popular ao científico. UFAL. 2005. p. 35. ISBN 978-85-7177-255-7.
  10. Liana John, Um capim para livrar a cara de adolescência, 01/08/2013