Luiz Carlos Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Luís Carlos Borges)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Luiz Carlos Borges
Informação geral
Nome completo Luiz Carlos Borges
Nascimento 25 de março de 1953 (65 anos)
Origem Santo Ângelo, RS
País  Brasil
Gênero(s) Música nativista
Ocupação(ões) Cantor, compositor, instrumentista
Instrumento(s) Violão, Acordeão
Página oficial www.luizcarlosborges.com

Luiz Carlos Borges (Santo Ângelo, 25 de março de 1953) é um músico instrumentista, compositor e intérprete brasileiro.

É considerado um dos principais nomes da música regional do Rio Grande do Sul. Participou e venceu diversos festivais. Atuou, também, como jurado, idealizador e organizador do Musicanto Sul-Americano de nativismo na cidade de Santa Rosa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Músico desde os sete anos de idade, iniciou sua carreira no conjunto Irmãos Borges, na sua cidade natal. Mais tarde quando estudante universitário em Santa Maria - RS, iniciou sua carreira solo a partir do sucesso com a composição Tropa de Osso, premiada na 9ª edição da Califórnia da Canção Nativa do RS, movimento musical que revolucionou a Música Tradicional Gaúcha na década de 1970.

Luiz Carlos Borges seguiu carreira alicerçando seus conhecimentos no Curso Superior de Música. Em 1980, formou-se em música pela Universidade Federal de Santa Maria e assumiu a direção do Centro Cultural Municipal e Biblioteca Pública daquela cidade. Ainda em 1980, gravou seu primeiro LP individual Tropa de Osso, um trabalho para todo o estado.

A partir dai Borges investiu na renovação da música regional gaúcha. Em 1982, mudou-se para São Borja, onde assumiu a Assessoria de Cultura e Turismo daquele município e passou a trabalhar no Projeto "São Borja 300 anos de História", durante todo ano.

Neste mesmo ano gravou o seu segundo LP individual: Noites, Penas e Guitarra.

Em 1983, a convite da administração municipal, assumiu em Santa Rosa a assessoria de Cultura e Turismo, onde idealizou e desenvolveu o Projeto Musicanto Sul-Americano de Nativismo, que resgata os costumes populares da região, e abre espaço para toda América do Sul mostrar o que se produz em termos musicais nativos cm cada região dos países sul-americanos.

Possui mais de 32 discos gravados (entre LP's e CD's) e segue cantando, tocando, gravando e produzindo coisas novas.

Gravou uma música com Mercedes Sosa em seu último trabalho Cantora (álbum), além de haver participado de diversos shows pelo mundo, como convidado especial.

Foi presidente do Instituto Gaúcho de Tradição e Floclore, tendo como diretores Ivo Benfato, Vinicius Brum e Fabrício Coelho.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Irmãos Borges[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
1971 Argentina y Brasil con Los Hermanos Borges Pais
1974 Imenso Potreiro Pais
1976 Chimarrão e Milonga Phonodisc

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
1981 Tropa de Osso Copacabana
1982 Noites, Penas e Guitarra PolyGram
1984 Quarteada PolyGram
1986 Solo Livre Discoteca Produções
1991 Fronteiras Abertas (com Antonio Tarragó Ros) RGE
1992 Gaúcho Rider (com Grupo Alma) Face Music Switzerland
1992 Geraldo Flach & Luiz Carlos Borges (com Geraldo Flach) Velas Produções
1993 Na Chama do Chamamé USA Discos
1995 Hay Chamamé USA Discos
1995 Gaúcho (com Edison Campagna) Face Music Switzerland
1996 Temperando Acit
1999 Campeiros (com Mauro Ferreira) Acit
1999 Luiz Carlos Borges Acit
2001 Do Pampa ao Pantanal Sapucay Discos
2002 40 Anos de Música Acit
2004 Luiz Carlos Borges & Quarteto Acit
2008 Buenaço Acit
2008 Itinerário de Rosa Acit
2010 Con Amigos Argentinos Byte and Music

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
2014 50 Anos de Música Acit

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
1994 Sucessos de Ouro USA Discos
1998 Acervo Gaúcho USA Discos
2003 40 Anos de Glória USA Discos

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Açorianos[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
1998[1] Disco de Música Regional Luiz Carlos Borges Indicado
Instrumentista de Teclado Luiz Carlos Borges Indicado
2008[2] Compositor de Música Regional Luiz Carlos Borges Venceu
Arranjador Luiz Carlos Borges e Leandro Rodrigues Venceu
2011[3] Menção Especial Luiz Carlos Borges (pelos 50 anos de carreira) Venceu
2014[4] Compositor de Música Regional Luiz Carlos Borges Venceu
Intérprete de Música Regional Luiz Carlos Borges Venceu
Instrumentista de Música Regional Luiz Carlos Borges Venceu
Álbum de Música Regional 50 Anos de Música Venceu
DVD do Ano[5] 50 Anos de Música Indicado

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 1998». Consultado em 17 de abril de 2018. 
  2. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2008». Consultado em 2 de maio de 2018. 
  3. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2011». Consultado em 7 de maio de 2018. 
  4. Jornal Sul21 (2 de dezembro de 2015). «Festa do Prêmio Açorianos de Música 2014/2015 tem emoção e variedade musical». Consultado em 7 de maio de 2018. 
  5. Prefeitura Municipal de Porto Alegre (1 de dezembro de 2015). «Prêmio Açorianos de Música ocorre nesta terça-feira». Consultado em 7 de maio de 2018.