Luís Miguel Nava

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luís Miguel Nava
Nome completo Luís Miguel de Oliveira Perry Nava
Nascimento 29 de setembro de 1957
Viseu, Portugal
Morte 10 de maio de 1995 (37 anos)
Bruxelas, Bélgica
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Escritor
Prémios Prémio Revelação de Poesia APE/IPLB (1978)

Prémio P.E.N. Clube Português de Poesia (1995)

Magnum opus Películas

Luís Miguel de Oliveira Perry Nava (Viseu, 29 de Setembro de 1957Bruxelas, 10 de Maio de 1995) foi um escritor português. Era bisneto de José Bressane de Leite Perry, político da monarquia constitucional e visconde de Leite Perry.

Foi considerado uma das revelações mais importantes na poesia portuguesa da década de 1980.

O seu primeiro livro foi publicado em 1974 e intitulava-se Perdão da Puberdade, que o autor nunca incluiu na sua bibliografia activa.

Em 1975, conheceu Eugénio de Andrade e decidiu destruir tudo o que tinha escrito até então, está assim explicado qual o motivo da atitude anterior.

Em 1978, recebeu o Prémio Revelação da Associação Portuguesa de Escritores com a obra Películas, editada em 1979.

Em 1980, terminou a licenciatura em Filologia Românica na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa. Entre 1981 e 1983 foi assistente nessa mesma Faculdade.

Em 1983, partiu para a cidade de Oxford como leitor de português e, passados três anos concorreu a um lugar de tradutor da então Comunidade Económica Europeia. Ganha o concurso e instala-se em Bruxelas em 1986. Em 1995, foi encontrado morto no seu apartamento, brutalmente assassinado por um parceiro de ocasião.

Obra poética[editar | editar código-fonte]

  • Películas. Lisboa: Livraria Moraes Editores (1979) (Prémio de Revelação da Associação Portuguesa de Escritores, 1978)
  • Inércia da Deserção. Lisboa: &Etc. (1981)
  • Como Alguém Disse. Lisboa: Contexto (1982)
  • Rebentação. Lisboa: &Etc. (1984)
  • Poemas. Porto: Limiar (1987) (reedição conjunta dos livros anteriores)
  • O Céu sob as Entranhas. Porto: Limiar (1989)
  • Vulcão. Lisboa: Quetzal (1994)
  • Poesia Completa 1979-1994. Lisboa: Publicações Dom Quixote (2002), com organização e posfácio de Gastão Cruz e prefácio de Fernando Pinto do Amaral

Ensaios[editar | editar código-fonte]

  • O Pão, a Culpa, a Escrita e Outros Textos. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda (1982)
  • A Poesia de Francisco Rodrigues Lobo. Lisboa: Editorial Comunicação, 1985 (1985)
  • O Essencial sobre Eugénio de Andrade Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda (1987)
  • Ensaios reunidos. Lisboa: Assírio e Alvim (2004), com prefácio de Carlos Mendes de Sousa

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Foi o responsável pela Antologia da Poesia Portuguesa 1960-1990 (1991), editada na Bélgica sob os auspícios da Europália.

Ver também[editar | editar código-fonte]