Luciano Dídimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luciano Dídimo
Nome nativo Luciano Dídimo Camurça Vieira
Nascimento 22 de fevereiro de 1971 (48 anos)
Fortaleza
Cidadania Brasil
Progenitores Pai:Horácio Dídimo
Alma mater Universidade Estadual do Ceará, Universidade de Fortaleza, Universidade Anhanguera - Uniderp
Ocupação administrador, advogado, poeta, escritor
Empregador Tribunal Regional do Trabalho

Luciano Dídimo Camurça Vieira (Fortaleza, 22 de fevereiro de 1971), é um administrador, poeta e escritor brasileiro.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Horácio Dídimo Pereira Barbosa Vieira e Maria Evendina Camurça Vieira. É casado com Ruth Leite Vieira desde 03 de julho de 1993, com quem tem cinco filhos.[3]

Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Ceará. Graduado em Direito pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza. Pós-graduado em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela UNIDERP.[4]

Servidor Público Federal no cargo de Analista Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. Diretor de Secretaria da 7ª Vara do Trabalho de Fortaleza. Secretário de Imprensa e Cultura do Sindissétima - Sindicato dos Servidores da 7ª Região da Justiça do Trabalho nos biênios 2016/2017 e 2018/2019.

Membro da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares (OCDS). Presidente Provincial da OCDS (Província São José) nos triênios 2013-2016 e 2016-2019. Membro da Academia Brasileira de Hagiologia (ABRHAGI), integrando sua diretoria como Relações Públicas nos biênios 2016/2017 e 2018/2019.[5][6]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • O Meu Carmelo é Marrom (2011),[7]
  • A Rosa da Certeza (2016),[8]

Referências

Precedido por
cargo criado
Brasão da Academia Brasileira de Hagiologia.jpg ABRHAGI - cadeira 38
2011 — atualmente
Sucedido por