Lucien Favre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lucien Favre
Lucien Favre - Hertha BSC Berlin (2).jpg
Informações pessoais
Data de nasc. 2 de novembro de 1957 (65 anos)
Local de nasc. Saint-Barthélemy, Suíça
Altura 1,78 m
Informações profissionais
Clube atual Nice
Posição Ex-meio-campo
Função Técnico
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1976–1979
1979–1981
1981–1983
1983–1984
1984–1991
Lausanne Sports
Neuchâtel Xamax
Servette
Toulouse FC
Servette
Total
0030 0000(3)
0051 000(14)
0059 000(28)
0035 0000(7)
0134 000(20)
0309 000(72)
Seleção nacional
1981–1989 Suíça 0024 0000(1)
Times/clubes que treinou
1991–1995
1997–2000
2000–2002
2002–2007
2007–2010
2010–2016
2016–2018
2018–2020
2022–
Echallens
Yverdon Sports
Servette
Zürich
Hertha BSC
Borussia Mönchengladbach
Nice
Borussia Dortmund
Nice
Última atualização: sexta-feira, 09 de dezembro de 2022

Lucien Favre (Saint-Barthélemy, 2 de novembro de 1957), é um ex-futebolista e treinador de futebol suíço. Atualmente treina o Nice.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no ano de 1991 no clube suíço FC Echallens treinando a equipe de juniores. Logo após subiu para a equipe principal conquistando no ano de 1994 seu primeiro título. Depois, Favre acabou dirigindo outros clubes menores da suíça até chegar ao comando do Zürich conquistando no clube alguns títulos nacionais.

Em 2007 assinou contrato com o Hertha BSC por onde ficou por três anos e depois se transferir para o Borussia Mönchengladbach. Dirigiu a equipe até setembro de 2015, quando, após 5 derrotas seguidas na Bundesliga e uma derrota na Liga dos Campeões, pediu demissão. Ficou em Mönchengladbach por seis temporadas até ser transferido para o Nice da França. Em sua primeira temporada, o Nice terminou em 3º e se classificou para a Liga dos Campeões, sua melhor posição na liga em décadas.

Em 22 de maio de 2018, Lucien Favre foi nomeado treinador do Borussia Dortmund, em contrato até junho de 2020. Em junho de 2019, teve seu contrato estendido até 2021.[2]

Em 13 de dezembro de 2020, foi demitido após a derrota amarga por 5-1 para o Stuttgart. Ao todo, Favre comandou o clube por três temporadas, tendo acumulado 68 vitorias, 17 empates e 25 derrotas.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Echallens
Yverdon Sport
Servette
Zürich
Borussia Dortmund

Referências

  1. «Nice officialise l'arrivée de Lucien Favre et le départ de Christophe Galtier». L'Équipe (em francês). Consultado em 27 de junho de 2022 
  2. «Lucien Favre renova com Borussia Dortmund até 2021». ge. Consultado em 28 de dezembro de 2020 
  3. «Lucien Favre é demitido do Borussia Dortmund, diz jornal». Terra. Consultado em 13 de dezembro de 2020