Lula Queiroga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lula Queiroga
Informação geral
Nome completo Luís de França Guilherme de Queiroga Filho
Também conhecido(a) como Lula Queiroga
Nascimento 17 de março de 1960 (59 anos)
Local de nascimento Recife, Pernambuco
 Brasil
Origem Nordeste do Brasil
País  Brasil
Gênero(s) MPB, rock
Ocupação(ões) cantor, compositor, letrista e publicitário
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Tenor
Outras ocupações cineasta, escritor, diretor e poeta
Afiliação(ões) Lenine, Elba Ramalho, Nena Queiroga

Luís de França Guilherme de Queiroga Filho, conhecido como Lula Queiroga (Recife, 17 de março de 1960), é um cantor, compositor, poeta, letrista, cineasta, escritor e publicitário brasileiro[1][2].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu no bairro recifense de Água Fria É filho do jornalista e compositor Luís Queiroga, a sua mãe é a sua irmã Nena Queiroga são cantoras.

Produziu em 2000 o curta-metragem "Assombrações do Recife Velho", exibido no Rio de Janeiro durante o seminário "Brasil 500 Anos, Nação e Região".

Ao lado de Lucky Luciano, Fernando Piancó e Ivan Santos criou o projeto multimídia Falange Canibal, que aconteceu no Rio de Janeiro no final da década de 80 e serviu de referência para o álbum de mesmo nome lançado em 2002 por Lenine.

Em 1983 gravou em parceria com Lenine o disco "Baque solto", pela Philips. Neste disco destacaram-se as faixas "Êxtase" de sua autoria e muito executada naquela época e "Essa alegria".

Desde então, sempre como artista independente, lançou mais 4 cds de sua autoria além de outras parcerias com artistas como Lenine, Pedro Luís, Elba Ramalho e Otto, entre outros.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Lula é pai do humorista e ex-VJ da MTV Brasil, Rafael Queiroga e do produtor musical QRG (Guilherme Queiroga).

Obras[editar | editar código-fonte]

  • A Mancha
  • A Rede
  • A Telefonista Na Floresta Predial
  • Acende Pra Mim
  • Agora Corra
  • Ah, Se Eu Vou
  • Altos E Baixos
  • Atirador
  • Barulho da Gota
  • Belo Estranho Dia de Amanhã
  • Cano No Cabeça
  • Casa Pré-Fabricada
  • Conceição Dos Coqueiros
  • Coração Burro
  • Discovery
  • Dois Olhos Negros
  • Duvidez
  • É Nenhuma
  • Energia
  • Eu No Futuro
  • Êxtase
  • Fulana
  • Geusa
  • Girassol da Caverna
  • Gruda (trance Em Mim)
  • Habitat da Felicidade
  • Instigado
  • Loa da Lagoa
  • Luzineide
  • Manga, Graviola, Hortelã
  • Maracatu Silêncio
  • Megazen
  • Melhor do Que Eu Sou (pensando Alto)
  • Meus Pés
  • Morbidance
  • Noite Severina
  • Nosso Plano (chuva Cem)
  • O Habitat da Felicidade
  • O Mistério do Fundo do Olho
  • Olhando O Movimento
  • Pedaço de Mau Caminho
  • Piaba de Ouro
  • Pobretown
  • Profano
  • Prova de Fogo
  • Religion
  • Rio-que-vem
  • Rosebud
  • Roupa No Varal
  • Sentimental
  • Sob o Mesmo Céu
  • Sopro de Amor
  • Tectopop
  • Tem Juízo Mas Não Usa
  • Torcida Inglesa
  • Trem Fantasma
  • Último Minuto
  • Você Não Disse

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1983 - Baque Solto (com Lenine)- Philips - LP
  • 1984 - Presença - Polygram - compacto
  • 2001 - Aboiando a vaca mecânica - Luni/Trama - CD
  • 2004 - Azul invisível, vermelho cruel - Luni - CD
  • 2009 - Tem juízo mas não usa - Luni - CD
  • 2011 - Todo dia é o fim do mundo

Referências

  1. Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira de Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006]
  2. AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008; 2ª ed. Esteio Editora, 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]