Luz (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Luz
Trevo entrada da cidade

Trevo entrada da cidade
Bandeira de Luz
Brasão de Luz
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 7 de setembro
Fundação 7 de setembro de 1923 (94 anos)
Gentílico luzense
Prefeito(a) Ailton Duarte [1] (PSB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Luz
Localização de Luz em Minas Gerais
Luz está localizado em: Brasil
Luz
Localização de Luz no Brasil
19° 48' 03" S 45° 41' 09" O19° 48' 03" S 45° 41' 09" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Central Mineira IBGE/2008[2]
Microrregião Bom Despacho IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Estrela do Indaiá, Dores do Indaiá, Bom Despacho, Moema(pelo Rio São Francisco), Lagoa da Prata, Japaraíba, Arcos, Iguatama, Bambuí, Córrego Danta
Distância até a capital 197 km
Características geográficas
Área 1 171,670 km² [3]
População 17 492 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 14,93 hab./km²
Altitude 675 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,801 muito elevado PNUD/2000[5]
PIB R$ 223 208,537 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 12 570,88 IBGE/2008[6]
Página oficial

Luz é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

A história inicia-se por volta de 1780 e tem origem no conflito existente entre dois grandes fazendeiros, descendentes de bandeirantes paulistas, em relação à linha divisória de suas terras.

Para que a questão fosse resolvida a contento, a esposa de um deles fez uma promessa à Nossa Senhora da Luz.

Certa manhã, conforme combinaram, os fazendeiros (Coronel Cocais e Coronel Camargos) partem, cada um de sua residência e cavalgam, um em direção ao outro, até se encontrarem próximo ao ribeirão Jorge Pequeno. No local do encontro, fixam o marco divisório e, mandam erigir uma capela em devoção à padroeira Nossa Senhora da Luz. Nas proximidades do local, havia um olho d'água, represado por um aterro que abastecia o pequeno povoado formado em volta da capela, o que explica a origem do nome Nossa Senhora da Luz do Aterrado que lhe foi dado.

O ciclo de progresso tem início com a implantação do bispado do Aterrado.

O município se instala em 1923, adotando a denominação de Luz.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 19º48'05" sul e a uma longitude 45º41'08" oeste, estando a uma altitude de 675 metros. Sua população estimada em 2007 era de 17.173 habitantes.

Possui uma área de 1.171,670 km².

O município possui um dos IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais altos do estado: 0,801 (considerado alto IDH).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

. Córrego da Velha

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • BR-262
  • MG-176Esta em sua maioria não possui pavimento. Tal rodovia é a principal ligação do distrito de Esteios com a cidade de Luz.

Relevo[editar | editar código-fonte]

O relevo é Plano (40%), ondulado (50%) e montanhoso (10%).

Turismo[editar | editar código-fonte]

Dentre seus principais pontos turísticos, destaca-se a bela Catedral Diocesana Nossa Senhora da Luz, uma das mais belas do país, construída na década de 1940.

Educação[editar | editar código-fonte]

O município conta com escolas de ensino da rede oficial estatal até o 2º grau, colégios municipais de ensino fundamental, um colégio privado de ensino fundamental e Médio "Rede Pitágoras" (Colégio São Rafael), e uma Faculdade privada, a FASF - UNISA (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras do Alto São Francisco - Universidade de Santo Amaro), que conta atualmente com os cursos de Administração, Ciências Biológicas, Estudos Sociais, Farmácia, Letras, Matemática, Química e também cursos de pós-graduação, tecnológicos e à distância, todos aprovados e certificados pelo MEC. A partir do 1º semestre de 2008, a FASF passa a ser afiliada da UNISA - Universidade Santo Amaro (com sede em São Paulo). Em 2010, divulgado no Diário Oficial da União, acontece a implantação do Curso de Farmácia.

Referências

  1. {{citar web|url=https://www.eleicoes2016.com.br/candidatos-prefeito-luz-mg
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.