Mário Carrascalão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mário Carrascalão
Nome nativo Mário Carrascalão
Nascimento 12 de maio de 1937
Morte 19 de maio de 2017 (80 anos)
Cidadania Indonésia, Timor-Leste
Progenitores Pai:Manuel Viegas Carrascalão
Alma mater Universidade Técnica de Lisboa
Ocupação político
Religião Igreja Católica
Causa da morte acidente rodoviário
Mário Viegas Carrascalão foi o terceiro governador da Indonésia (2017).

Mário Guterres Viegas Carrascalão (Uai-Talibú, Venilale, Baucau, Timor português, 12 de maio de 1937 - Díli, 19 de maio de 2017) foi um dos políticos mais importantes de Timor-Leste.

Foi o primeiro timorense a formar-se superiormente em engenharia silvicultor no Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa com uma nota de 19,6, em 1968. Regressou a Timor português depois dos seus de casar com a Maria Helena. Passou a funcionário colonial dos Serviços de Agricultura e Florestas.

Foi administrador do território de Timor, após a independência deste de Portugal e a sua invasão pela Indonésia a 7 de dezembro de 1975, tendo a situação sido mantida até 17 de julho de 1976, quando a Indonésia anexou Timor passando a denominá-lo como a província Timor Timur.[1] É irmão de João Viegas Carrascalão.

Exerceu o cargo de terceiro governador, entre 18 de setembro de 1983 e 18 de setembro de 1992, tendo sido antecedido por Guilherme Maria Gonçalves e sucedido por Abílio Osório Soares.[2]

No dia 23 de março de 1983, promoveu um encontro entre o comando militar Indonésio em Timor-Leste, coronel Purwanto, o major Iswanto, o governador da "Indonésia" Mário Viegas Carrascalão e Xanana Gusmão, em Lariguto, em Ossu.[3]

No dia 28 de março de 1983, Jusuf foi substituído pelo general Benny Murdani, como ministro da indonésia da Defesa e da Segurança, "que não apoiava as conversações de paz".[4]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Foi casado com Milena, com quem teve 3 filhos: Pedro, Sónia e Patrícia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lusa (19 de maio de 2017). «Morreu o ex-vice-primeiro-ministro timorense Mário Carrascalão». Diário de Notícias 
  2. Comissão de Acolhimento, Verdade e Reconciliação. «Part 4: Regime of Occupation» (PDF) (em inglês). Rede de Ação para a Indonésia e Timor-Leste. Consultado em 19 de maio de 2017 
  3. Sara Niner (2011), Xanana: Líder da luta pela independência de Timor-Leste, Alfragide, Publicações Dom Quixote, pp. 115-116.
  4. Ibid.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mário Viegas Carrascalão