Mário Mesquita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mário António da Mota Mesquita (nascido em Ponta Delgada, 3 de Janeiro de 1950) é um jornalista português.[1][2]

Esteve ligado à Oposição Democrática desde a sua juventude, apoiando a CDE de Ponta Delgada em 1969 e 1973. Radicou-se em Lisboa, onde se dedicou ao jornalismo, colaborando no jornal oposicionista "República". Foi militante fundador do PS, em 1973, deputado à Assembleia Constituinte (1975-1976) e à Assembleia da República (1976-1978), partido do qual depois se afastou. Foi director-adjunto, de 1976 a 1978, e director do "Diário de Notícias", de Lisboa, de 1978 a 1986.[1]

Em 2014 foi um dos fundadores do PS que apoiou António Costa para a presidência do PS no lugar de Seguro.

Actualmente é professor de jornalismo na ESCS (Escola Superior de Comunicação Social).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.