Máximo III de Jerusalém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Máximo de Jerusalém
Bispo de Jerusalém; Confessor
Nascimento  ? em ?
Morte c. 348 d.C. em ?
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 5 de maio (ocidente)
9 de maio (oriente)
Gloriole.svg Portal dos Santos

Máximo III de Jerusalém foi um santo e bispo de Jerusalém entre aproximadamente 333 d.C. até a sua morte, em 348 d.C. Ele foi o terceiro bispo da cidade com este nome, os anteriores sendo personagens muito mais obscuros, com episcopados no século II[1] .

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Durante uma das perseguições em seu tempo, ele foi torturado e, por isso, se tornou confessor[2] , emboras as fontes modernas não concordem sobre se isto aconteceu durante o imperador romano Galério Maximiano ou durante o reinado dos co-imperadores Diocleciano e Maximiano. Ele era um padre em Jerusalém e, diz Sozomeno[3] , era tão popular entre o povo por conta de seu bom caráter e por ser um confessor que quando São Macário tentou apontá-lo como bispo de Lida (também conhecida como Dióspolis), a população insistiu para que le ficasse em Jerusalém. Com a morte de Macário, Máximo se tornou bispo da cidade e estava presente, em 335, no Primeiro Sínodo de Tiro, subscrevendo ali a condenação de Atanásio de Alexandria (ele alega ter sido enganado, segundo Sócrates Escolástico[4] ).

Com o retorno de Atanásio do exílio, por volta de 346 d.C., Máximo convocou um sínodo local em Jerusalém, reunindo dezesseis bispos palestinos que então receberam de volta o bispo exilado. Sócrates Escolástico[5] relata que Máximo "restaurou a comunhão e o estatuto" a Atanásio, com este recebendo o apoio que precisava contra os arianos e Máximo avançando o plano dos bispos de Jerusalém de fazer com que sua fosse igual em status com a sé metropolitana de Cesareia Marítima (a qual era subordinada), algo que viria a acontecer em 451 d.C., no Concílio de Calcedônia[1] [6] [7] [8] [9] . Sozomeno transcreve a epístola que o concílio enviou em apoio a Atanásio[10] .

O sucessor de Máximo na sé de Jerusalém foi também um santo, São Cirilo, embora não seja claro o processo. Sozomeno[11] e Sócrates[12] dizem que Máximo foi deposto em favor de Cirilo por Acácio de Cesareia e Patrófilo de Citópolis, ambos arianos. Teodoreto não inclui esta história no seu relato, mas concorda que Máximo pretendia ter um outro sucessor. Jerônimo de Estridão diz que o sucessor pretendido de Máximo era Heráclio, a quem ele teria nomeado no leito de morte, e que Acácio e Cirilo o depuseram em favor deste[13] . Seja como for a sucessão, Cirilo e Acácio se tornariam amargos inimigos durante os próximos anos, discordando tanto na controvérsia ariana quanto nos termos de precedência de cada uma de suas sés[1] [14] [15] .

A Igreja Católica comemora a sua festa em 5 de maio,[16] enquanto que a Igreja Ortodoxa o faz em 9 de maio[17]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Máximo III
(333 - 348)
Precedido por: PatriarchsCross.svg
Lista sucessória dos patriarcas de Jerusalém
Sucedido por:
Macário I 40.º Cirilo I


Referências

  1. a b c McClintock, John; Strong, James. In: John. Cyclopaedia of Biblical, Theological, and Ecclesiastical Literature. [S.l.]: Harper & brothers, 1891. p. 919. vol. 5. Página visitada em 10 April 2009.
  2. Sozomeno. História Eclesiástica: Concerning the Great Confessors who survived. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 10. , vol. II.
  3. Sozomeno. História Eclesiástica: Concerning Maximus, who succeeded Macarius in the See of Jerusalem. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 20. , vol. II.
  4. Sócrates Escolástico. História Eclesiástica: Eusebius having convened Another Synod at Antioch in Syria, causes a New Creed to be promulgated. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 8. , vol. II.
  5. Sócrates Escolástico. História Eclesiástica: Athanasius, passing through Jerusalem on his Return to Alexandria, is received into Communion by Maximus: and a Synod of Bishops, convened in that City, confirms the Nicene Creed. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 24. , vol. II.
  6. Farmer, David Hugh; Burns, Paul. In: David Hugh. Butler's Lives of the Saints: New Full Edition. [S.l.]: Continuum International Publishing Group, 1996. p. 29. ISBN 978-0-86012-254-8 Página visitada em 10 April 2009.
  7. Wirgman, A. Theodore. In: A. Theodore. The Constitutional Authority of Bishops in the Catholic Church: Illustrated by the History and Canon Law of the Undivided Church from the Apostolic Age to the Council of Chalcedon, A.D. 451. [S.l.]: Fisher Press, 2008. p. 219. ISBN 978-1-4097-0111-8 Página visitada em 10 April 2009.
  8. Bright, William. In: William. The Age of the Fathers: Being Chapters in the History of the Church During the Fourth and Fifth Centuries. [S.l.]: Longmans, Green, 1903. p. 199. ISBN 0-7905-4492-X Página visitada em 10 April 2009.
  9. (1881) "Father Ryder and Dr. Littledale". The Church Quarterly Review XII (VVIV).
  10. Sozomeno. História Eclesiástica: Epistle written by the Synod of Jerusalem in Favor of Athanasius. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 22. , vol. III.
  11. Sozomeno. História Eclesiástica: Events which took place in the Eastern Churches: Marathonius, Eleusius of Cyzicus, and Macedonius expel those who maintain the Term Consubstantial. Concerning the Churches of the Novatians; how one Church was Transported; the Novatians enter into Communion with the Orthodox. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 20. , vol. IV.
  12. Sócrates Escolástico. História Eclesiástica: Cruelty of Macedonius, and Tumults raised by him. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 38. , vol. II.
  13. Chron. ad ann. 352
  14. Hanson, Richard Patrick Crosland. In: Richard Patrick Crosland. The Search for the Christian Doctrine of God: The Arian Controversy 318-381 AD. [S.l.]: Continuum, 2005. 399–400 p. ISBN 978-0-567-03092-4 Página visitada em 10 April 2009.
  15. Yarnold, Edward. In: Edward. Cyril of Jerusalem. [S.l.]: Routledge, 2000. p. 4. ISBN 978-0-415-19903-2 Página visitada em 10 April 2009.
  16. Saint of the day. Saint Patrick Catholic Church, Washington D.C. Página visitada em 4 de abril de 2011.
  17. Ὁ Ἅγιος Μάξιμος Πατριάρχης Ἱεροσολύμων 9 Μαΐου. ΜΕΓΑΣ ΣΥΝΑΞΑΡΙΣΤΗΣ (em <código de língua não reconhecido>). Synaxarion.gr.
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.