Main Street (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Main Street
Rua Principal (PT)
Autor (es) Sinclair Lewis
Idioma inglês
Género Romance
Páginas 448
Edição portuguesa
Tradução Juvenal Jacinto
Editora Livros do Brasil
Páginas 458
Cronologia
Último
Último
Free Air (1919)
Babbitt (1922)
Próximo
Próximo

Main Street (em português: Rua Principal) é um livro de autoria de Sinclair Lewis publicado em 1920[1] .

Considerado seu maior sucesso literário, foi lançado após Nosso Mr. Wrem (título original: Our Mr. Wrenn) e A Trilha do Falcão (título original: The Trail of the Hawk), obras que não empolgaram, tanto em crítica quanto em público.

Rua Principal mostra o tédio e a aridez intelectual dos pequenos centros do oeste americano quando uma moradora do leste se casa com um médico e muda-se para uma retrógrada cidade do interior.

Resumo do enredo[editar | editar código-fonte]

Carol é uma jovem mulher, liberal, de espírito livre que foi criada em Saint Paul, Minnesota, a capital do estado e casa com Will, um médico que é originário de uma pequena cidade do interior.

Quando se casam, Will convence-a a irem viver na sua cidade natal de Gopher Prairie, também no Minnesota, uma cidade modelada em Sauk Centre, que foi o local de nascimento do escritor. Carol ficou consternada com o atraso de Gopher Prairie. Mas o seu desdém pela fealdade física e pelo presunçoso conservadorismo dos habitantes leva-a a querer mudá-los.

Paisagem rural no Minnesota, neste caso o Lago Itasca, a nascente do Rio Mississippi.

Conversa com os conterrâneos sobre alterações progressistas, junta-se a clubes de mulheres, distribui literatura e faz festas para animar os habitantes de Gopher Prairie. Apesar de amigáveis, os seus esforços são ineficazes, sendo constantemente ridicularizada pelos principais fazedores de opinião.

Ela encontra conforto e companheirismo fora de sua classe social, mas afastam-na destas companhias sucessivamente.

Na sua infelicidade, Carol deixa o seu marido e desloca-se para a capital Washington, D.C. durante algum tempo, mas acaba por voltar. Não obstante, Carol não se sente derrotada:

Não aceito que a Main Street seja assim tão bonita como poderia ser! Não aceito que Gopher Prairie seja maior ou mais generosa do que a Europa! Não aceito que lavar louça seja o suficiente para satisfazer todas as mulheres! Posso não ter lutado da melhor maneira, mas mantenho a fé. (Capítulo 39)

Significado e crítica literária[editar | editar código-fonte]

Alguns dos contemporâneos de Lewis consideraram o romance como muito sombrio, mesmo sem sentido de humor, no seu retrato da vida e das pessoas incultas de uma pequena cidade. Anaïs Nin, por exemplo, não gostava do livro e citou uma revisão de Cathrin Beach Ely que concordava com ela.[2] No entanto, Main Street é geralmente considerada como uma das obras mais significativas e duradouras de Lewis, juntamente com a que lhe sucedeu em 1922, Babbitt.

Alguns habitantes de cidades pequenas ressentiram-se do seu retrato no livro ao ponto de este ter sido banido da biblioteca pública de Alexandria no Minnesota.[3]

Por causa da popularidade adquirida por Lewis e pelo seu livro, as equipas do secundário da sua cidade natal de Sauk Centre, começaram a ser chamadas de 'Main Streeters' logo no ano lectivo de 1925-26. Este nome era dado aos desta cidade pelas cidades vizinhas em eventos escolares.[4] A escola pública secundária de Sauk Centre ainda usa o cognome de MainStreeters em homenagem a Lewis.[5]

Alusões/referências à história, geografia e cultura[editar | editar código-fonte]

A história passa-se em Gopher Prairie, uma versão ficcionada de Sauk Centre, a cidade natal de Lewis. O romance tem lugar na década de 1910, com referências ao início da I Guerra Mundial, à entrada dos EUA nas hostilidades e aos anos após o fim da guerra, incluindo o início da Lei seca.

Tendo o livro sido publicado em 1920, Lewis não poderia ter escrito sobre os Loucos anos Vinte ou a Grande Depressão que vieram a seguir, mas os seus personagens dão voz a muitas das atitudes sociais e culturais que se tornariam significativas nos anos vindouros.

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

A Main Street foi inicialmente atribuído o prémio Pulitzer de 1921, mas o Conselho da Fundação do Prémio anulou a decisão do júri, tendo o prémio sido atribuido, em substituição, a A Idade da Inocência (The Age of Innocence) de Edith Wharton. Em 1926 Lewis recusou o Pulitzer quando este lhe foi atribuído pela obra Arrowsmith.

Em 1930, Lewis foi o primeiro norte-americano a quem foi atribuído o Prémio Nobel de Literatura. Ainda que o Prémio Nobel seja concedido ao autor, e não a uma obra específica, Main Street era a obra mais conhecida de Lewis e muito popular na época, tendo no discurso de apresentação do Comité Nobel sido citados Main Street e Arrowsmith.[6] O Prémio Nobel foi concedido "...pela sua arte vigorosa e gráfica de descrição e pela sua capacidade de criar, com inteligência e humor, novos tipos de personagens."[7]

Em 1998, a Modern Library (Biblioteca Moderna) colocou Main Street no lugar 68 na sua lista dos melhores romances em língua inglesa do século XX.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Main Street (livro)
  • Main Street — the iconic street in small town America

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Rua Principal Skoob
  2. Anaïs Nin, The Early Diary of, 1982, Editor: Harcourt Brace Jovanovich
  3. Eric Dregni, Weird Minnesota: Your Travel Guide to Minnesota's Local Legends and Best Kept Secrets, Sterling Publishing Company, 2006, p. 61, ISBN=9781402739088
  4. Rosalind Gilbert, Our Century: Revisiting Sauk Centre, 2000, p. 77
  5. Sitio das escolas públicas do ensino primário e secundário de SauK Centre, http://www.isd743.k12.mn.us/
  6. The Nobel Prize in Literature 1930; Sinclair Lewis — Presentation Speech NobelPrize.org The Nobel Foundation (1930-12-10). Visitado em 2011-09-12.
  7. The Nobel Prize in Literature 1930; Sinclair Lewis NobelPrize.org The Nobel Foundation (1930). Visitado em 2011-09-12.
  8. Modern Library - http://www.modernlibrary.com/top-100/100-best-novels/


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.