Manavgat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turquia Manavgat  
—  Distrito (ilçe)  —
Cataratas de Manavgat
Cataratas de Manavgat
Localização de Manavgat na província de Antália
Localização de Manavgat na província de Antália
Manavgat está localizado em: Turquia
Manavgat
Localização de Manavgat na Turquia
Coordenadas 36° 47' N 31° 26' E
Região Mediterrâneo
Província Antália
Administração
 - Prefeito (belediye başkanı) Şükrü Sözen (2009)[1]
Área [2]
 - Total 2 249 km²
População (2007) [2]
 - Total 165 114
    • Densidade 73,4 hab./km²
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Prefixo telefónico 242
Sítio Governo distrital: www.manavgat.gov.tr
Prefeitura: www.manavgat.bel.tr
Vista da cidade de Manavgat

Manavgat é uma cidade e distrito da província de Antália da Turquia, situada a 72 km a leste da cidade de Antália. A cidade partilha o nome com o rio Manavgat, que a atravessa e desagua nas suas proximidades e cujas cataratas, nos arredores da cidade, são famosas.[nt 1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O maior parte do distrito ocupa uma planície limitada a norte pelos Montes Tauro e a sul por praias arenosas do mar Mediterrâneo. O centro da cidade encontra-se a 4 km da costa. A maior parte dos terrenos são terra arável fértil, sendo muito explorados em termos agrícolas, nomeadamente para pecuária, algodão, cereais, 45 variedades de frutas e legumes e,[3] nos últimos anos, oliveiras e flores de estufa. A indústria está limitada à ligada à agricultura, pelo que a principal atividade económica para além da agricultura é o turismo.[nt 1]

As montanhas estão cobertas de florestas e matagal mediterrânico, existindo também planaltos elevados, tradicionalmente usados pelos nómadas yörük para pastagem de gado.[nt 1]

O rio Manavgat é a principal fonte de irrigação. As cataratas e o delta do rio são dois dos vários atrativos turísticos da região.[3] O rio tem duas barragens hidro-elétricas, a de Oymapınar e a de Manavgat.[3] Desde 2001 que há planos para exportação de água dessas duas barragens para Israel e outros países mediterrânciso, como Malta e Chipre, mas, pelo menos até 2006, esses planos estavam parados.[4]

O clima é mediterrânico, com verões quentes e secos e invernos temperados e húmidos, com temperaturas raramente atingindo os 0ºC.

História[editar | editar código-fonte]

Segundo algumas fontes clássicas, as antigas cidades vizinhas de Sida e Selge foram fundadas no século VI ou VII a.C. e Selêucia foi uma das cidades foi uma das nove cidades que recebeu o nome do general de Alexandre, o Grande Seleuco Nicator, primeiro imperador selêucida no final do século IV a.C. A data de fundação de Manavgat é incerta, mas estima-se que terá ocorrido entre 200 e 150 a.C. Supõe-se que o nome Manavgat provenha da palavra luvita Manouwa, que significa templo da Deusa Mãe e que o local onde se encontra a cidade tenha sido considerado sagrado pelos habitantes das cidades da Antiguidade Selêucia e Sida. Segundo documentos antigos, os transportes de e para a cidade eram assegurados principalmente pelo rio desde os primeiros tempos até recentemente.[3]

No entanto, há diversos vestígios de ocupação humana muito mais antigos na região, que remontam ao Paleolítico. Na gruta de Karain, a apenas dois ou três dias de marcha da cidade, foram descobertos vestígios de ocupação de há 50 000 anos. De acordo com fontes hititas, os Akhiyavas (1600~1200 a.C.), falantes de luvita, viviam na região. Segundo o historiador e geógrafo grego Heródoto, a região teria sido colonizada em 2 000 a.C.[5]

Manavgat foi conquistada pelos seljúcidas em 1220 e pelos otomanos em 1462.[nt 1]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Vegetais à venda num mercado de Manavgat
Interior de mesquita em Manavgat

Com a sua costa quente solarenga com 64 km de extensão, grande parte dela constituída por praias de areia, um rio longo com quedas de água, paisagem rural bem preservada, incluindo montanhas e florestas, a indústria turística é importante em Manavgat. Há muita oferta de alojamento na costa e muitos locais interessantes para visitar e explorar, que incluem sítios históricos, rios, regatos e grutas. Há ainda a referir a cozinha, onde os peixes do Mediterrâneo estão presentes.

O grande afluxo de visitantes tem vindo a mudar o ambiente tradicionalmente conservador da região, havendo bares, discotecas e todo o tipo de "cultura de juventude" que seria impensável há 20 anos atrás. Os locais turísticos com mais vida noturna situam-se nas aldeias costeiras de Kumköy e Ilıca.

Locais de maior interesse para o visitante[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b c d Texto inicialmente baseado no artigo «Manavgat» na Wikipédia em inglês (acessado nesta versão).

Referências

  1. «Manavgat Belediyesi». www.yerelnet.org.tr (em turco). YerelNET. Consultado em 2010-06-26. 
  2. a b «Districts of Turkey». www.statoids.com (em inglês). Administrative Divisions of Countries ("Statoids"). 2 de fevereiro de 2008. Arquivado desde o original em 26 de maio de 2010. Consultado em 26 de maio de 2010. 
  3. a b c d «Manavgat». www.side-manavgat.com (em inglês). Arquivado desde o original em 2010-06-28. Consultado em 2010-06-28. 
  4. «Israel, Turkey put landmark water agreement into deep freeze». www.uswaternews.com (em inglês). U.S. Water News Online. 2006. Arquivado desde o original em 2010-06-26. Consultado em 2010-06-26. 
  5. «Manavgat in Every Age». www.manavgat.bel.tr (em inglês). Prefeitura de Manavgat. Arquivado desde o original em 2010-06-29. Consultado em 2010-06-29. 
  6. «The Bridged Canyon». www.manavgat.bel.tr (em inglês). Prefeitura de Manavgat. Consultado em 2010-06-29. 
  7. «The Bridged Canyon». www.manavgat.bel.tr (em inglês). Prefeitura de Manavgat. Consultado em 2010-06-29. 
  8. «Alarahan». www.manavgat.bel.tr (em inglês). Prefeitura de Manavgat. Consultado em 2010-06-29. 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Manavgat