Margão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Margão
Jardim municipal de Margão
Jardim municipal de Margão
Margão está localizado em: Índia
Margão
Localização de Margão na Índia
15° 16' 34" N 73° 57' 11" E
País  Índia
Estado Goa
Altitude 10 m (33 pés)
População (2001)
 - Total 78 393
Estádio Jawaharlal Nehru.
Praia perto de Margão.

Margão (concani/hindi/marathi: मडगांव) é a segunda maior cidade do estado de Goa, na Índia. É a cidade mais agitada do estado, constituindo a sede do distrito de Goa Sul. É ainda sede do concelho de Salcete.

Encontrando-se nas margens do Rio Sal, Margão é uma das mais antigas cidades de Goa. É famosa pelas enormes mansões em estilo colonial português que povoam a sua paisagem. É também uma das cidades com maior índice de crescimento em Goa, incluindo diversos subúrbios, tais como Aquém, Fatorda, Gogol, Borda, Comba, Navelim e Davorlim.

Transportes[editar | editar código-fonte]

A estação ferroviária de Margão é a maior e mais importante de Goa, uma vez que constitui um ponto de intersecção com os caminhos-de-ferro da costa de Concão e do sudoeste. Todos os comboios que passam por Goa param nesta estação, que funciona como porta de entrada para Goa do sul.

Turismo[editar | editar código-fonte]

A cidade possui diversas atracções turísticas. Entre estas contam-se o mercado de Afonso de Albuquerque, o edifício da câmara municipal, o jardim municipal, a fonte de Ana, o mercado velho, a igreja do Espírito Santo, as mansões coloniais portuguesas, o crematório hindu e o cemitério muçulmano, ambos situados na chamada rua das saudades.

Lata de molho de caril de Margão, exportada para Portugal.

Existem diversas igrejas e templos em Margão, dado que a população local é maioritariamente católica e hindu, com uma minoria muçulmana. As igrejas mais famosas de Margão são a do Espírito Santo, a da graça e a de São Sebastião, em Aquém. Os templos mais conhecidos são o de 'Damodar', o de 'Hari Mandir', o de 'Maruti Mandir', em Davorlim, e o de 'Saibaba', também em Davorlim. Existem duas mesquitas em Margão, encontrando-se uma delas na zona de Malbhat e outra na colina do monte.

Na gastronomia, destaca-se o caril de Margão, para além das demais iguarias tradicionais da culinária de Goa.

Educação[editar | editar código-fonte]

Margão alberga diversas escolas e colégios prestigiados. Entre estes, conta-se o colégio de Santo Inácio de Loiola, gerido pelos jesuítas de Goa. É uma escola só para rapazes, conhecida por de lá saírem alguns dos melhores alunos de Goa, que muitas vezes se destacam no mundo académico e no desporto.

A cidade é também conhecida como a capital cultural de Goa. Actualmente, encontra-se em construção um centro cultural, na zona de Fatorda, que se chamará 'Ravindra Bhavan'. O único estádio de Goa também se encontra nesta zona, tendo recebido o seu nome em homenagem a Jawaharlal Nehru.

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo de 2001, Margão possuía uma população de 78.393 habitantes, sendo 51% do sexo masculino e 49% do sexo feminino. A taxa de alfabetização ronda os 76%, sendo superior à média nacional indiana de 59,5%. A alfabetização masculina é de 79%, sendo a feminina de 73%. Em Margão, 11% da população tem menos de 6 anos de idade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Índia é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.