Marie Adolphe Carnot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marie Adolphe Carnot
Nome nativo Marie-Adolphe Carnot
Nascimento 27 de janeiro de 1839
Paris
Morte 21 de junho de 1920
Paris
Cidadania França
Alma mater Escola Politécnica, Mines ParisTech
Ocupação químico, engenheiro de minas

Marie Adolphe Carnot (Paris, 27 de janeiro de 1839 – Paris, 21 de junho de 1920) foi um químico , engenheiro de minas e político francês. Veio de uma distinta família: seu pai, Hippolyte Carnot, e mãe, Marie François Sadi Carnot, eram políticos. Sobrinho do famoso físico Nicolas Léonard Sadi Carnot (1796 - 1832), e irmão de Marie François Sadi Carnot (18371894), último Presidente da Terceira República Francesa.

Graduou-se na École Polytechnique em 1860. Iniciou a carreira de professor na École des Mines em 1868, depois de um período como engenheiro perto de Limoges. Em 1881 foi Engenheiro Chefe de Minas, e em 1894 Inspetor Geral de Minas, tornando-se decano da “École Nationale des Mines” em 1901, posto em que permaneceu até 1907. Além dos postos administrativos e de ensino, escreveu um tratado sobre análise química dos minerais (Traité d'analyse des substances minérales, publicado em 1898). O mineral de urânio carnotita foi nomeado em sua homenagem.

Em 1884 tornou-se membro da Academia da Agricultura e, em 1895 tornou-se membro da Academia de Ciências. Foi Comandante da Legião de Honra, e ocupou diversos cargos políticos.