Mary Vieira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mary Vieira (São Paulo, 1927 — Basileia, 2001) foi uma escultora, professora e designer gráfica brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em São Paulo em 1927,[1] estudou na Escola de Belas Artes de Belo Horizonte com Alberto da Veiga Guignard entre 1943 e 1947.[2] Ainda nesse período iniciou suas pesquisas no campo das esculturas, junto de Franz Weissmann e Amilcar de Castro;[1] sua primeira obra cinética chamada Formas Elétrico-Rolatórias, Espirálicas à Perfuração Virtual,[1] movida eletromecanicamente foi exposta em Araxá, em 1948.[2]

Em 1951, foi para a Suiça[1] onde manteve estreito diálogo com Max Bill, que a convidou a integrar a última mostra do grupo Allianz.[1]

Em 1966, Vieira torna-se professora da cátedra de estruturação espacial na Universidade de Basileia, cidade onde residiu até à sua morte em 2001.[3]

Em 1983, foi condecorada com a comenda de Cavaleiro da Ordem Nacional de Rio Branco.[1]

Referências

  1. a b c d e f Mary Vieira CPDOC-FGV. Visitado em 30 de março de 2013.
  2. a b Mary Vieira Banco Central do Brasil. Visitado em 30 de março de 2013.
  3. Vieira, Mary (1927 - 2001) Enciclopédia Itáu Cultural. Visitado em 30 de março de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre um escultor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.