Maurice Fréchet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maurice Fréchet
Conhecido(a) por Derivada de Fréchet
Nascimento 2 de setembro de 1878
Maligny
Morte 4 de junho de 1973 (94 anos)
Paris
Nacionalidade França Francês
Alma mater Escola Normal Superior de Paris
Prêmios Medalha Émile Picard (1946)
Orientador(es) Jacques Hadamard[1]
Orientado(s) Nachman Aronszajn, Wolfgang Döblin, Ky Fan, Robert Fortet, Đuro Kurepa, António Aniceto Monteiro
Campo(s) Matemática
Tese 1906

Maurice René Fréchet (Maligny, 2 de setembro de 1878Paris, 4 de junho de 1973) foi um matemático francês.

Fréchet frequentou a escola em Paris, no Lycée Buffon, onde Jacques Hadamard foi seu mestre, incentivando seu talento matemático. Estudou na École normale supérieure, onde doutorou-se em 1906. Foi então professor em Poitiers (1910 - 1919), Estrasburgo (1920 - 1927) e em Paris (1928 - 1949). Em 1956 foi eleito membro da Académie des sciences.

Introduziu os espaços métricos na análise funcional em seu trabalho de doutorado de 1906. Estabeleceu os fundamentos da topologia, em suas pesquisas sobre abstração nos trabalhos de Vito Volterra, Cesare Arzelà, Jacques Hadamard e Georg Cantor.

Introduziu também os termos convergência uniforme e continuidade uniforme. Foi o primeiro a utilizar o termo espaço de Banach, em 1928, quando na ocasião denominou o espaço de sequências como espaço de Banach.

Seu nome é lembrado em:

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Sur quelques points du calcul fonctionnel (1906)
  • Les Espaces abstrait (1928)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Goldmann, Helmut: Uniform Fréchet algebras. Amsterdam : North-Holland, 1990. - ISBN 0-444-88488-2
  • Martin, Norman M.: Close spaces and logic. Dordrecht : Kluwer, 1996. - ISBN 0-7923-4110-4

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]