Michael Sam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Michael Sam

Sam em 2013.
No. 96, 94     
Defensive end
Informações pessoais
Data de nascimento: 7 de janeiro de 1990 (30 anos)
Local de nascimento: Galveston, Texas
Colegial : Hitchcock High School
Altura: 6 ft 2 in (1 88 m) Peso: 261 lb (118 kg)
Informação da carreira
Faculdade: Universidade de Missouri
Draft da NFL: 2014 / Rodada: 7 / Escolha: 249
Estreou em 2014 pelo St. Louis Rams
Jogou pela última vez em 2015 pelo Montreal Alouettes
História da carreira
 Como jogador:
NFL

CFL

*Membro do time durante a offseason ou practice squad
Pontos altos na carreira e prêmios
  • Eleito All-American (2013)
  • Eleito Melhor Jogador Defensivo da conferência SEC (2013)
  • First-team All-SEC (2013)
Estatísticas no NFL.com

Michael Alan Sam, Jr (7 de janeiro de 1990, Galveston, Texas)[1] é um jogador profissional estadunidense de futebol americano que joga como defensive end na National Football League (NFL). Antes de se profissionalizar, ele jogou por quatro anos na Universidade de Missouri, onde recebeu vários prêmios por sua performance em campo.[2]

Sam foi draftado pelo St. Louis Rams da NFL em maio de 2014, na sétima rodada como a 249ª escolha. Semanas antes do draft, ele falou em uma entrevista que era homossexual.[3] Com isso, após ser selecionado por St. Louis, Michael se tornou o primeiro jogador abertamente gay na história da liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos.[4][5] Houve uma enorme controvérsia dentro da mídia e, principalmente, entre fãs do esporte e entre os próprios jogadores da liga. Embora a maioria tivesse apoiado Sam, alguns conservadores criticaram sua postura. Contudo, no final, sua entrada na NFL e a forma como ele enfrentou toda a controvérsia foi muito elogiada e aclamada.[6] Logo após o draft, o presidente Barack Obama afirmou que ele parabenizou Michael Sam, os Rams e a NFL por ter "tomado um importante passo para a frente" e completou dizendo que "seja atuando numa mesa de negócios ou no campo de futebol [americano], o povo LGBT americano mostrou que eles deveriam ser julgados pelo que fazem e não por quem são".[7][8]

Sam foi dispensado pelos Rams no fim de agosto de 2014. Nos quatro jogos da pré-temporada onze tackles (seis em um único jogo). Apesar da boa atuação, o time preferiu seguir com o jogador Ethan Westbrooks, que não havia sido draftado.[9] Ele então foi para o Dallas Cowboys, onde ficou apenas algumas semanas antes de ser dispensado novamente.[10]

Em maio de 2015, assinou um contrato com o Montreal Alouettes da CFL, a liga canadense de futebol americano.[11] Em agosto do mesmo ano ele pediu dispensa do time, citando preocupações com sua saúde mental.[12]

Referências

  1. «Person Details for Michael Alan Ii Sam,, "Texas, Birth Index, 1903–1997" —». Familysearch.org. Consultado em 10 de fevereiro de 2014 
  2. «Michael Sam bio». University of Missouri Official Athletic Site. Consultado em 10 de fevereiro de 2014 
  3. "N.F.L. Prospect Michael Sam Proudly Says What Teammates Knew: He’s Gay". Página acessada em 12 de maio de 2014.
  4. Belson, Ken (12 de maio de 2014). «In Historic Pick, Rams Take Michael Sam in Final Round of Draft». The New York Times. Cópia arquivada em 11 de maio de 2014 
  5. Carter, Chelsea J. (10 de maio de 2014). «Michael Sam makes history: First openly gay player drafted in the NFL». CNN. Consultado em 12 de maio de 2014 
  6. "Michael Sam, Manliness, and Those Anonymous NFL Executives and Coaches". Página acessada em 12 de maio de 2014.
  7. «Sam becomes first openly gay player drafted into NFL». Yahoo News. Consultado em 11 de maio de 2014 
  8. «Obama congratulates Michael Sam, first openly gay player drafted by NFL». CNN. 10 de maio de 2014. Consultado em 13 de maio de 2014 
  9. «Michael Sam cut by Rams». ESPN. Consultado em 30 de agosto de 2014 
  10. «Cowboys Waive Michael Sam From Practice Squad; Bishop Among 2 Added». DallasCowboys.com. Consultado em 1 de novembro de 2014 
  11. Campbell, Morgan (22 de maio de 2015). «Michael Sam joins Alouettes, first openly gay CFL player». Toronto Star. Consultado em 3 de agosto de 2015 
  12. "Michael Sam, citing mental health concerns, leaves CFL's Alouettes". Página acessada em 15 de agosto de 2015.
Wilsonnflfootball.png Este artigo sobre um(a) jogador(a) de futebol americano, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.