Microcebus berthae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMicrocebus berthae
Madame Berthe's Mouse Lemur.jpg

Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Strepsirrhini
Infraordem: Lemuriformes
Superfamília: Cheirogaleoidea
Família: Cheirogaleidae
Género: Microcebus
Espécie: M. berthae
Nome binomial
Microcebus berthae
(Rasoloarison, 2000)[2]
Distribuição geográfica
Microcebus berthae range map.svg

Microcebus berthae (lêmure-rato-de-madame-berthe ou lêmure-rato-de-berthe) espécie de lêmure-rato pertencente à família Cheirogaleidae. É o menor dos lêmures-rato e o menor primata do mundo. O comprimento médio do corpo é de 9,2 cm e o peso é de cerca de 30 gramas.[3] M. berthae é uma das muitas espécies de lêmures que são de ocorrência restrita em Madagascar que evoluíram através de grande especiação causada por mecanismos e condições ambientais desconhecidas.[4]

Este primata é encontrada principalmente na Floresta de Kirindy, em Madagascar ocidental.[5] Após a sua descoberta em 1992 na Floresta Decídua de Madagascar ocidental, se pensou inicialmente na redescoberta de outro lêmure-rato, Microcebus myoxinus. Análises morfométricas comparativas e estudos genéticos revelaram tratar-se de uma nova espécie.[6]

O lêmur foi nomeado em homenagem à conservacionista e primatolóloga Berthe Rakotosamimanana, de Madagascar, que foi a secretária-geral do Groupe d'Etudes et de Recherche des Primates (GERP) desde a sua fundação até à sua morte em 2005.[7]

A espécie está em perigo de extinção devido à destruição de habitat causada por extração ilegal de madeira e por causa da expansão da agricultura.[1]

Referências

  1. a b Lista Vermelha da IUCN (em inglês)Microcebus berthae Acedido em 19 de janeiro de 2017.
  2. Groves, C.P. (2005). Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.), ed. Mammal Species of the World 3 ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press. pp. 111–184. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494 
  3. Gron, K.J. (2009). Primate Factsheets: Mouse lemur (Microcebus) Taxonomy, Morphology, & Ecology. Acessado em agosto de 2009. (em inglês)
  4. Rakotondranary, S. J.; Hapke, A.; Ganzhorn, J. R. U. (2011). «Distribution and Morphological Variation of Microcebus spp. Along an Environmental Gradient in Southeastern Madagascar». International Journal of Primatology (em inglês). 32 (5). 1037 páginas. doi:10.1007/s10764-011-9521-z 
  5. Mittermeier, R.A.; et al. (2006). Lemurs of Madagascar 2nd ed. [S.l.]: Conservation International. pp. 104–107. ISBN 1-881173-88-7 
  6. Dammhahn, M; Kappeler, P. M. (2008). «Small-scale coexistence of two mouse lemur species (Microcebus berthae and M. Murinus) within a homogeneous competitive environment». Oecologia. 157 (3): 473–83. PMC 2515545Acessível livremente. PMID 18574599. doi:10.1007/s00442-008-1079-x 
  7. Gould, Lisa; Michelle Sauther (2006). Lemurs: Ecology and Adaptation 1st ed. [S.l.]: University of Chicago. p. 35. ISBN 0-387-34586-8 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Microcebus berthae
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Microcebus berthae
Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.