Mormo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mormo
Classificação e recursos externos
CID-10 A24.0
CID-9 024
DiseasesDB 5222
eMedicine emerg/884
MeSH D005896

Mormo ou lamparão é uma doença infecciosa causada pela bactéria Burkholderia mallei mais frequente em equideos (cavalos, asnos e mulas), mas podendo também ser contraída por outros mamíferos, como cachorros, gatos, bodes e inclusive o homem. É uma infecção causada pela bactéria Burkholderia mallei geralmente pela ingestão de água ou comida contaminada. É encontrada na América latina, África e Ásia.

Mormo em Equinos[editar | editar código-fonte]

Mormo é comumente encontrada em Cavalos(equídeos) é facilmente transmitida para o humano o que é fatal (Zoonoses),a principal via de infecção é a cutânea (pele) através do contato com feridas exposta,via respiratória e digestiva.[1] Ao atingir a circulação sanguina a bactéria Burkholderia mallei atinge os sistemas: hepáticos e respiratórios.[2]

Sintomas[editar | editar código-fonte]

Burkholderia mallei

Seus sintomas incluem[3]:

  • Febre; temperatura elevada
  • Tremores;
  • Suor excessivo;
  • Sensibilidade a luz;
  • Dor no peito;
  • Rigidez muscular;
  • Catarro e sangramento nasal;
  • Perda de peso progressiva;

A sua forma cutânea gera nódulos endurecidos nos membros e abdômen, membranas mucosas afetadas aumentam a produção de muco gerando catarro e pus. Em infecção pulmonar podem causar pneumonia, abcessos pulmonares e dificuldade para respirar (dispneia).

Sem tratamento, a infecção pulmonar ou no sangue costuma ser fatal aos animais em 7 a 10 dias.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Como a infecção em humanos e em países desenvolvidos é raro, não há muitos estudos avaliado a eficiência dos antibióticos em seu tratamento, mas geralmente é eficiente o tratamento com[4]:

Vacinas estão sendo desenvolvidas e testadas, mas até 2011 ainda não estavam disponíveis.

História[editar | editar código-fonte]

Matou muitos cavalos e soldados durante a primeira e segunda guerra mundial na Rússia, possivelmente espalhada intencionalmente pelos alemães. Atualmente está quase erradicada dos países desenvolvidos.

Referências

  1. «Produção». Consultado em 2016-06-27. 
  2. Agricultura, Ministério. «Doenças dos Equídeos» (PDF). doenças em equinos:Mormo. Ministério da Agricultura. Consultado em 27/06/2016. 
  3. http://www.cdc.gov/glanders/symptoms/index.html
  4. http://www.cdc.gov/glanders/treatment/index.html