Mustafá III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mustafa III)
Ir para: navegação, pesquisa
Mustafá III

Mustafá III (turco otomano: مصطفى ثالث Muṣṭafā-yi ssālis) (28 de Janeiro de 1717 - 21 de Janeiro de 1774) foi o sultão do Império Otomano desde 1757 até 1774. Era filho do sultão Ahmed III e sucedeu ao seu primo Osman III, que morrera sem deixar herdeiros diretos.

Logo após ascender ao trono em 1757, demonstrou especial cuidado pela justiça. Tomou uma série de medidas para aumentar a prosperidade em Istambul. Regulou a cunhagem de moedas, construiu grandes armazéns de grãos, manteve aquedutos e estabeleceu uma política fiscal rígida.

Governante perspicaz e energético, recrutou vários técnicos e oficiais militares em Londres, Paris e Berlim; buscando modernizar o exército e a burocracia estatal, de forma a colocar o seu império ao nível das potências europeias de sua época.

Mustafá III estabeleceu em 1761 uma aliança com a Prússia de Frederico, o Grande; buscando contrabalançar o poderio dos austríacos e a notória ascensão do Império Russo; que após a vitória na Grande Guerra do Norte, haveria de cobiçar os territórios otomanos na costa do Mar Negro e nos Balcãs.

As reformas pretendidas por Mustafá III para alterar o status quo administrativo do império encontraram, porém, grande resistência entre os clérigos (imãs) e militares conservadores, sobretudo os janízaros.

Percebendo a crescente fraqueza do Império Otomano frente a seus tradicionais adversários (Sacro Império Romano-Germânico e Rússia) além do ressurgimento da Pérsia que passou a ameaçar as províncias otomanas correspondentes ao atual território do Iraque; Mustafá III considerou que sua melhor alternativa seria um enfrentamento aberto contra os Russos.

Entretanto, seu ponto-de-vista não foi partilhado por seus vizires Kocha Hagip Paxá e Muhsinzade Mehmed Paxà; que preferiram a manutenção da paz, considerando que as forças otomanas não teriam capacidade de vencer os russos naquele momento.

Aconselhado pela diplomacia francesa e acreditando que a insurgência dos poloneses reunidos sob a Confederação de Bar traria maiores dificuldades militares ao Império Russo, a insistência de Mustafá III pela guerra levou à renúncia do vizir Mehmed Paxá.

A Guerra Russo-Turca (1768-1774) teve início a 6 de outubro de 1768, e seu resultado foi desfavorável aos otomanos.

Mustafa III morreu de ataque cardíaco em 24 de dezembro de 1773, no palácio de Topkapi, antes do desfecho do conflito e foi enterrado em um mausoléu localizado na mesquita de Laleli, em Istambul; sendo sucedido por seu irmão Abdul Hamid I, o qual se viu forçado a assinar o desfavorável Tratado de Küçük Kaynarca em 1774, concluindo a guerra e aceitando as condições impostas pela Rússia.

Mustafá III teve um total de nove filhos, entre eles o sultão Selim III (1762 - 1808), que veio ser sucessor de Abdul Hamid I, a partir de 1789.

Legado[editar | editar código-fonte]

“Um poeta e um erudito, Mustafa, em seus anos de reclusão antes de tornar-se sultão, estudara astrologia, literatura e medicina”.[1].

Foi um poeta representativo da literatura turca daquele período, sendo sua poesia escrita sob o pseudônimo de Cihangir.

Durante seu reinado construiu o complexo da Mesquita de Laleli e a Mesquita Ayazma. Após os terremotos de 1766 e 1767 reconstruiu partes de Istambul, incluindo a Mesquita Fatih, que fora edificada por Maomé II, o Conquistador.

Ainda durante a guerra com os russos prosseguiu as reformas militares, contando com a colaboração do Barão François de Tott, um oficial francês de origem húngara, que procedeu a modernização do corpo de artilharia e a fundação da Escola de Engenharia Naval em 1773.

Porém suas maiores expectativas não se realizaram, visto que seus esforços pela modernização do estado não surtiram efeito e a derrota frente aos russos deu início ao longo e gradual processo de decadência do Império Otomano, historicamente denominado como a “Questão Oriental”.

Referencias[editar | editar código-fonte]

1. Encyclopædia Britannica - www.britannica.com/biography/Mustafa-III


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Osman III
Sultão Otomano
17571774
Sucedido por
Abd-ul-Hamid I
Ícone de esboço Este artigo sobre Sultões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.