Nuno Camarneiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nuno Camarneiro
Nascimento 17 de agosto de 1977
Sé Nova, Coimbra
Nacionalidade Portugal Português
Parentesco Rita Camarneiro (irmã)
Ocupação Professor universitário e escritor
Prémios Prémio LeYa 2012 pela obra Debaixo de Algum Céu

Nuno Filipe Camarneiro Mendes (Coimbra, Sé Nova, 17 de Agosto de 1977) é um escritor e professor universitário português. É irmão da apresentadora Rita Camarneiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu às 8 horas e 45 minutos, filho de Urbano Murta Mendes e de sua mulher Maria Olívia Amaral Camarneiro, ambos de Montemor-o-Velho, Montemor-o-Velho, mas residentes na Figueira da Foz. Neto paterno de Joaquim Mendes e de sua mulher Maria da Saudade Murta e neto materno de Lucílio Alexandre Gomes Camarneiro e de sua mulher Zulmira Amaral.

Formou-se em Engenharia Física pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, trabalhou no CERN e doutorou-se em Florença em Ciências aplicadas ao Património Cultural.[1] Foi investigador na Universidade de Aveiro e docente na Universidade Portucalense. Presentemente, é docente na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa.[2]
É editado na LeYa por Maria do Rosário Pedreira.[3]

Em 2011 publicou o seu primeiro romance "No Meu Peito Não Cabem Pássaros" e em 2013 "Debaixo de Algum Céu" com o qual venceu o Prémio LeYa.[4]
É editado na LeYa por Maria do Rosário Pedreira.[5]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Romances:

  • No Meu Peito Não Cabem Pássaros (Dom Quixote), Junho de 2011
  • Debaixo de Algum Céu (LeYa), Abril de 2013
  • O Fogo Será a Tua Casa (Dom Quixote), Abril de 2018

Contos:

  • Se Eu Fosse Chão (Dom Quixote), Maio de 2015

Teatro:

  • Ainda Hoje Era Ontem, 2015
  • Eu, Salazar, 2018

Literatura infantil

  • Não Acordem os Pardais, Setembro de 2015 (ilustrações de Rosário Pinheiro)[6]

Publicações em Revistas Literárias:

  • “Nephelibate”, Nouvelle Revue Française, Gallimard, 2013[7]
  • “Beijar o Mar”, “Rua Larga”, Universidade de Coimbra, 2012
  • "Concomitância", "A Sul de Nenhum Norte", 2012
  • “Heteróclito”, revista “Voca”, Porto, 2009

Referências

  1. Expresso, pesquisado em 18 de Julho de 2013
  2. «Ciência Vitae» 
  3. «Viva a Figueira!». horasextraordinarias.blogs.sapo.pt. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  4. «Comunicado no site da LeYa» 
  5. «Viva a Figueira!». horasextraordinarias.blogs.sapo.pt. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  6. «A menina do cabelo azul». horasextraordinarias.blogs.sapo.pt. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  7. «NRF». Consultado em 18 de julho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Aviso: A chave de ordenação padrão "Camarneiro, Nuno" sobrepõe-se à anterior "Nuno Camarneiro".