Olaf (Disney)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Olaf
Personagem fictícia de Frozen
Olaf, o boneco de neve
Morada Castelo de Arendelle
 Noruega
Sexo Masculino
Espécie Boneco de neve
Amigo(s) Sven
Kristoff
Elsa
Anna
Criado por Chris Buck
Jennifer Lee
Voz Estados Unidos Josh Gad
Dublagem Brasil Fábio Porchat
Filme(s) Frozen
Outros Frozen Fever
Primeira aparição Frozen (2013)
Espécie Boneco de neve

Olaf [1]é um personagem fictício que aparece no 53° filme de animação dos estúdios Walt Disney Pictures, Frozen, lançado em 2013. Um dos protagonistas do filme, Olaf é um boneco de neve, criado por Elsa, que vive nas montanhas de Arendelle.[2] Foi dublado originalmente pelo ator Josh Gad. Na versão em português exibida no Brasil, o personagem é dublado por Fábio Porchat.[3]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Origem e concepção[editar | editar código-fonte]

Tentativas de produzirem o conto de fadas A Rainha da Neve de Hans Christian Andersen começaram nos Estúdios Disney por volta de 1943.[4] No entanto, a história e seus personagens provaram ser muito simbólicos[5][6] e Walt Disney foi incapaz de encontrar uma maneira de fazer o filme A Rainha da Neve de uma forma "leal" ao conto original e, eventualmente, abandonou o projeto. Vários executivos de cinema mais tarde fizeram esforços para prosseguir com o projeto, porém todas estas propostas foram mais tarde arquivadas em consequência de problemas semelhantes.[4]

Porém por volta de 2008, Chris Buck mostrou a sua versão de A Rainha da Neve para a Disney.[7] Na época, o projeto seria uma animação tradicional chamada Anna e a Rainha da Neve.[8] Esta versão foi "completamente diferente" de Frozen; pois tinha um enredo muito próximo do material original e contou com um caráter totalmente diferente a Olaf.[9] No entanto no início de 2010, o projeto foi desfeito novamente.[8][10] Depois do sucesso de Enrolados, a Disney anunciou em 22 de dezembro de 2011 um novo filme, Frozen, junto com sua data de estreia, 27 de novembro de 2013.[11] O novo roteiro, que contou com "o mesmo conceito, mas foi completamente reescrito",[8] finalmente resolveu o problema a longo prazo com a história de Andersen, retratando Anna e Elsa como irmãs.[12]

Voz[editar | editar código-fonte]

Josh Gad, um ator mais conhecido por sua atuação como o Elder Arnold Cunningha no teatro da Broadway The Book of Mormon (que foi co-escrito pelo co-compositor do filme Robert Lopez),[13] foi escalado para dublar Olaf.[14][15][16] Gad mais tarde falou que a obtenção de um papel em um filme da Disney era "uma espécie de sonho" para ele, já que ele sempre foi fã de filmes da Disney em geral e suas produções de animação, em particular.[17] "Eu cresci durante a segunda era de ouro da animação da Disney, quando todos os filmes que saíram foram um sucesso - A Pequena Sereia, A Bela e a Fera, Aladdin, O Rei Leão", disse ele.[13] Impressionado com as performances de personagens cômicos, como Timon e Pumba em O Rei Leão, ou O Gênio em Aladdin, Josh Gad definio o objetivo de interpretar personagens desse tipo desde a sua infância: "Lembro-me [...] dizendo:" Eu quero fazer isso um dia. Eu realmente quero fazer isso ", lembrou.[13][17][18]

Design e caracterização[editar | editar código-fonte]

Como um boneco de neve construído por Anna e Elsa em conjunto, quando crianças, Olaf representa o amor inocente e a alegria que as irmãs uma vez tiveram quando elas eram crianças, antes de serem separadas. Ele não é apenas engraçado, ele também tem um "grande papel a desempenhar representando o amor inocente na escala do medo contra o amor."[19] "Olaf não poderia simplesmente ser jogado dentro do filme, ele tinha que ter um propósito" e que um de seus objetivos era o de ser a personificação da relação entre irmãs que entrou fria.[20] "Quando Anna e Elsa eram muito pequenas, e antes de os poderes de Elsa acidentalmente ferirem Anna, elas brincavam. Elas fugiam e brincavam com os poderes de Elsa. E você os vê fazem o boneco de neve. Ele não é mágico. Ele não vem a ter vida. Mas elas o chamam de Olaf e ele gosta muito de abraços quentinhos." "Ele inspira o olhar. E assim, quando Elsa está cantando "Let It Go" ("Livre Estou"), obviamente, a primeira coisa que ela faz é voltar para o último momento em que ela estava feliz. E foi naquele momento. E assim ele está embutido nisso. Ele é o amor inocente." "Os temas contínuos que podem ser vistos durante todo o filme giram em torno do poder do amor e do medo. Olaf, em uma extremidade do espectro, representa a forma mais inocente do amor. É possível que ele se assemelhe a algumas características de Anna mais nova. Isso fornece uma conexão entre o passado feliz das irmãs e sua capacidade de lembrar que a amor em tempos difíceis. No geral seu personagem fornece a maior parte das cenas cômicas encontradas no filme, enquanto transmite inocência amável e pureza." "E assim, ele é apenas um monte de diversão, e emocionalmente ele vai trazer um monte de coisas que não fomos capazes de mostrar-lhe, também. Então, ele é engraçado no estado infantil de uma pessoa da forma mais óbvia." afirmou Jennifer Lee. "E ele pode as vezes dizer coisas muito tristes também." Comentou Chris Buck.[5]

Em julho de 2013, a Disney lançou imagens dos personagens principais do filme, juntamente com contornos de seus papéis na história. Olaf recebeu a seguinte descrição:

Este é Olaf e ele gosta de abraços quentinhos. Nascido dos poderes mágicos de Elsa, Olaf é de longe o boneco de neve mais amigável que passeia pelas montanhas sobre Arendelle. A sua inocência, sua personalidade extrovertida e a incrível capacidade de se desmontar quando convém e quando não convém nada resultam em momentos estranhos mas de grande humor. Ele até pode ter o sonho mais impossível do mundo, mas o que ele não sabe não o derrete, ou será que sim?[21]

Em versões muito antigas do filme, Olaf foi originalmente escrito como um dos guardas de neve do castelo de Elsa, quando o objetivo de Elsa era controlar uma legião de bonecos de neve ameaçadores ainda estava na história.[20][22] Buck falou sobre que esta definição do personagem foi desmantelada "Nós sempre falamos sobre como ela estava tentando aprender mais sobre seus poderes. Então nós conversamos sobre isso como se fosse a primeira panqueca. Você sabe que panquecas ficam queimadas na parte inferior que você joga fora. Bem, este é o Olaf. Olaf foi sua primeira panqueca."[22] A fim de manter o personagem ficar muito complexo, os diretores queriam que ele tivesse uma inocência infantil.[20] De acordo com Lee, "Quando você é uma criança, o constrangimento e as formas engraçadas que você faz com que as cabeças de um bonecos de neve nunca fiquem perfeitas" e é assim que eles vieram para cima com as ideias quando se pensa como as crianças pensam em um boneco de neve.[20][22]

Josh Gad também fez muitas melhorias em Olaf durante as sessões de gravação. Mas os diretores eram muito cuidadosos para não correrem o risco de o personagem assumir a história.[20] "Olaf era mais um esboço até que tivemos Josh Gad, e, em seguida, teríamos apenas que entrar no quarto e jogar, nós teríamos um monte de diversão e é realmente assim que encontrou sua voz especificamente e como ele olha para o mundo. Ele realmente estava trabalhando com Josh para isso."[23] "Ele era muito mais engraçado do que eu esperava, em grande parte graças a Josh Gad que surpreendentemente escreveu bem o personagem do boneco iludido" (Peter Del Vecho).[24] O desempenho de estúdio de Gad foi filmada, e os animadores usaram suas expressões faciais e movimentos físicos como uma referência para a animação do personagem.[25]

Hyrum Osmond, um dos supervisores de animação do filme, serviu como a ligação do personagem para Olaf.[24] Del Vecho o descreveu como "calmo, mas ele tem uma personalidade maluca e engraçado por isso sabia que ele ia trazer uma série de comédia para ele."[24] O próprio Osmond admitiu que "Minha personalidade é um pouco como a de Olaf."[25]

Os cineastas desenvolveram um novo software chamado Spaces para ajudar os artistas na desconstrução e reconstrução de Olaf, como parte do processo de animação.[26][27]"Era uma espécie de sonho de um animador", entusiasmou Osmond. "Você tem um personagem que pode vir distante. Nós dissemos ao pessoal de animação, 'somente estamos se divertindo com ele." "A parte divertida de Olaf, aprendemos desde cedo que suas partes do corpo podem desmoronar e sabíamos que teríamos que tirar o máximo de proveito disso. Você vai ver um pouco mais do que no filme de forma surpreendente". (Chris Buck).[23] "Olaf tornou-se o seu próprio tipo de personagem de quadrinhos de destaque e os animadores estão se divertindo ao animar ele. Há um monte de forma lá -Quero dizer, muito - e ele é o único personagem que pode se jogar de um penhasco e tê-lo desmoronado no meio do caminho, e ainda sobreviver e ser feliz. Nós temos o contraste de Olaf ser um boneco de neve, mas amar a ideia do Verão"(Peter Del Vecho).[24]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Frozen[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Frozen (2013)

Sua primeira aparição em Frozen é durante a infância de Anna e Elsa como um boneco de neve inanimado. Mais tarde, quando Elsa se ​​torna a rainha da neve, ela o cria mais uma vez e, sem saber, ela lhe concede a vida. Embora a procura de Elsa, Anna encontra a versão viva de Olaf e lhe da o nariz de cenoura que ele estava procurando, antes de ele se imaginar no verão, felizmente sem saber que ele iria derreter. Olaf, então, ajuda Anna a chegar ao topo da Montanha do Norte para encontrar sua irmã. Depois de ser expulso por Marshmallow, Olaf segue Anna (atingido pela magia de Elsa no castelo), Kristoff e Sven para o vale das rochas, onde os trolls vivem, a procura de ajuda para salvar Anna. Lá, os trolls tentar casar Anna e Kristoff e Olaf canta uma frase na sequência.

O grupo pensa que "beijo do verdadeiro amor" pode salvar Anna, e então voltam para Arendelle. Olaf fica separado do grupo no caminho, e só aparece novamente na biblioteca após a traição Hans. Olaf conforta Anna, dizendo-lhe o verdadeiro significado do amor. Em seguida, eles colocam a cabeça para fora da janela para encontrar Kristoff, mas Olaf é soprado. No final, quando Elsa finalmente dissipa o inverno eterno e restabelece-se como rainha, ela cria uma nuvem de neve para ficar diretamente acima dele para que ele pudesse realizar o seu sonho de viver no verão sem derreter.

Parques temáticos[editar | editar código-fonte]

Na Disneyland, há uma fala de áudio-animatrônico de Olaf sentado em cima do telhado Cottage da casa em que estavam os Cosplays de Anna e Elsa.[28] A partir de 5 julho a 1° de setembro de 2014, como parte do "Frozen" Summer Fun show no Disney's Hollywood Studios, Olaf aparece na seção de férias de verão para dialogar e manter os visitantes atualizados sobre todas as suas aventuras. Ele também está disponível para pick-ups e ter-along em vários locais no parque. O personagem também aparece em "Frozen" Fireworks Spectacular ao lado de Anna, Elsa e Kristoff, uma seção de fogos de artifício com a música de Frozen "Let it Go".[29][30]Anna, Elsa, Kristoff, e Olaf farão aparições no "Mickey's Once Upon a Christmastime Parade", oferecido durante o "Mickey's Very Merry Christmas Party" no Magic Kingdom, em novembro e dezembro 2014[31] (a partir de 7 novembro-31 dezembro).[32] Oficialmente começando em 07 de janeiro de 2014, os Cosplays de Olaf começaram a fazer aparições em a Disney California Adventure em "Snow Fest of Olaf", e os hóspedes podem aprender a desenhar ou Olaf ou Marshmallow na Disney Animation Building's Animation Academy como parte do evento do parque "Frozen Fun".[33][34]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Desde o lançamento do filme, Olaf ganhou a aclamação da crítica por sua comédia e sua voz feita por Josh Gad, com muitos críticos o comparando com a O Gênio de Aladdin, um outro personagem "cômico" que recebeu a aclamação universal em cima do lançamento original do filme. No Brasil a dublagem do ator Fábio Porchat foi bem aclamada pela critica nacional

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Frozen: Uma Aventura Congelante». Disney Filmes. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  2. Pockross, Adam (25 de Setembro de 2013). «Jonathan Groff is as Cool as Kristoff in Disney's Frozen». Consultado em 26 de Fevereiro de 2015 
  3. «Fábio Porchat dá voz a boneco de neve em 'Frozen' na sua estreia como dublador». 9 de dezembro de 2013. Consultado em 26 de Fevereiro de 2015 
  4. a b Hill, Jim (18 de outubro de 2013). «Countdown to Disney "Frozen": How one simple suggestion broke the ice on the "Snow Queen"'s decades-long story problems». The Los Angeles Times. Consultado em 26 de Fevereiro de 2015 
  5. a b White, Cindy (11 de outubro de 2013). «Inside Disney's Frozen: Q&A with the Directors». Geek Mom. Consultado em 26 de Fevereiro de 2015 
  6. Wright, Gary (24 de novembro de 2013). «Frozen in Time: Disney's Adaptation of a Literary Classic». Rotoscoper. Consultado em 26 de fevereiro de 2015 
  7. Giardina, Carolyn (27 de novembro de 2013). «Oscars: With 'Frozen,' Disney Invents a New Princess (and Secret Software)». The Hollywood Reporter. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  8. a b c Weintraub, Steve (25 de novembro de 2013). «Josh Gad Talks FROZEN, His History with the Project, the Songs, the Status of TRIPLETS, Playing Sam Kinison, and More». Collider.com. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  9. Hill, Jim (2 de dezembro de 2013). «How Josh Gad Almost Missed Out on the Chance to Voice Olaf the Snowman for Disney's Frozen». Huffington Post. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  10. Chmielewski, Dawn C.; Eller, Claudia (9 de março de 2010). «Disney restyles 'Rapunzel' to appeal to boys». Los Angeles Times. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  11. Sciretta, Peter (22 de dezembro de 2011). «Walt Disney Animation Gives 'The Snow Queen' New Life, Retitled 'Frozen' - But Will It Be Hand Drawn?». SlashFilm. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  12. Lowman, Rob (19 de novembro de 2013). «Unfreezing 'Frozen:' The marking of the newest fairy tale in 3D by Disney». Los Angeles Daily News. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  13. a b c Schneller, Johanna (6 de dezembro de 2013). «For Josh Gad, playing an animated snowman is a serious job». The Globe and Mail. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  14. Nachman, Brett (16 de agosto de 2012). «Disney In Depth: The Future Of Disney Animation (Frozen, Paperman & Wreck-It Ralph) – A Recap Of D23's Destination D Event». Geeks of Doom. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  15. Sarto, Dan (21 de fevereiro de 2013). «Oscar® Tour SoCal Day 2 Continues at Disney Feature Animation». Animation World Network. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  16. Snetiker, Marc (18 de junho de 2013). «Santino Fontana and Josh Gad Join Disney's Frozen, Starring Jonathan Groff & Idina Menzel». Broadway.com. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  17. a b Pockross, Adam (25 de setembro de 2013). «Josh Gad Talks Disney's 'Frozen' and Being the Hottest Snowman Around Movie Talk». Yahoo! Movies. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  18. Crouse, Richard (28 de novembro de 2013). «Disney's Frozen: The story of actor Josh Gad, who never gave up on his Disney dreams». Metronews. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  19. Pockross, Adam (8 de outubro de 2013). «21 'Frozen' Facts That Make Us Ready for Winter». Yahoo! Movie. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  20. a b c d e Lee, michael (7 de outubro de 2013). «50 Things You May Not Know About Disney's "Frozen" [UPDATED]». Movie Viral. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  21. Skinner, Craiger (11 de julho de 2013). «New Frozen Images And Descriptions Introduce Us To The Characters». Bleending Cool. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  22. a b c Chavez, Richard; Murray, Rebecca (27 de setembro de 2013). «'Frozen' Directors Chris Buck and Jennifer Lee Discuss the Animated Film - Behind the Scenes of Disney's 'Frozen'». About.com. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  23. a b Pockross, Adam (11 de julho de 2013). «'Frozen' Directors Put Next Animated Disney Classic On Ice». Yahoo! Movie. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  24. a b c d Connelly, Brendon (25 de setembro de 2015). «Inside The Research, Design And Animation Of Walt Disneys Frozen With Producer Peter Del Vecho». Bleeding Cool. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  25. a b Means, Sean P. (26 de novembro de 2013). «Preview: Finding the warm heart of Disney's 'Frozen'». The Salt Lake Tribune. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  26. Coyle, Emily (3 de dezembro de 2015). «6 Facts You Didn't Know About Disney's 'frozen'». Wall St. Cheat Sheet. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  27. Failes, Ian (2 de dezembro de 2015). «The tech of Disney's Frozen and Get a horse!». FX Guide. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  28. Brigante, Ricky (15 de novembro de 2013). «Anna e Elsa joined by animated Olaf for "Frozen" character meet-and-greet in Royal Reception at Disneyland». Inside the Magic. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  29. Slater, Shawn (26 de junho de 2014). «Get Ready to Experience 'Frozen' Summer Fun - Live at Disney's Hollywood Studios». Disney Parks Blog. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  30. Brigante, Ricky (26 de junho de 2014). «Frozen Summer Fun LIVE! coming to Walt Disney World with royal welcome, stage show, fireworks, and park wide party». Inside the Magic (Distant Creations Group, LLC.). Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  31. Staggs, Tom (12 de setembro de 2014). «'Frozen' Attraction Coming to Epcot». Disney Parks Blog. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  32. Brigante, Ricky (12 de setembro de 2014). «"Frozen" ride announced for Walt Disney World in 2016 to replace Maelstrom at Epcot, "Frozen" Christmas also revelaled». Inside the Magic. Consultado em 1] de dezembro de 2015 
  33. Slater, Shawn (5 de dezembro de 2014). «New 'Frozen Fun' Opens at Disneyland Resort January 7». Disney Parks Blog. Consultado em 1º de dezembro de 2015 
  34. Graser, Marc (5 de dezembro de 2014). «Disney Adds 'Frozen' Experiences to Disneyland, California Adventure Theme Parks». Variety. Consultado em 1º de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]