Orlando Zapata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Orlando Zapata
Nome completo Orlando Zapata Tamayo
Conhecido(a) por Ativismo anti Fidel Castro
Nascimento 15 de maio de 1967
Escudo Actual Santiago de Cuba.jpg Santiago, Santiago de Cuba,  Cuba
Morte 23 de fevereiro de 2010 (42 anos)
Flag of City of Havana.svg Havana, Flag of the City of Havana Cuba..png Cidade de Havana,  Cuba
Residência Flag of City of Havana.svg Havana, Flag of the City of Havana Cuba..png Cidade de Havana,  Cuba
Nacionalidade Cuba Cubano
Etnia Hispânico
Ocupação Dissidente, ativista
Principais trabalhos Criação do partido (1989 já extinto em 2003 (14 anos)
Principais críticos Fidel Castro
Raúl Castro (vice-presidente)
Título Pós-graduação , recebido em 22 de fevereiro de 1988 (30 anos) - 3 de novembro de 1989 (28 anos)
Criação do partido
Extinção, recebido em 1989 (29 anos)
2003 (14 anos)
Detenção
Morte por anorexia nervosa , recebido em 2003 (15 anos)
23 de fevereiro de 2010 (8 anos)
Flag of Cuba.svg

Bandeira do Partido
Religião Catolicismo romano
Causa da morte Greve de fome, anorexia nervosa

Orlando Zapata Tamayo (Santiago de Cuba, 15 de maio de 1967[1] - La Habana, 23 de fevereiro de 2010) foi um ativista político cubano, membro do Movimiento Alternativa Republicana[1][2], opositor do governo de Fidel e Raúl Castro e prisioneiro político que morreu após realizar uma greve de fome de mais de 80 dias em protesto ao regime castrista, às condições desumanas na prisão e ao estado de outros presos políticos no presídio de Holguín. Após sua morte, cinco outros dissidentes cubanos presos começaram uma greve de fome em protesto.[3]

Orlando Zapata ganhava a vida como pedreiro e encanador.[4] Foi preso em 2003 com a justificativa de desacato, perturbar a paz, duas acusações de fraude, exibicionismo público, lesões e posse de armas brancas[5] para ser posteriormente condenado a 3 anos de prisão. Suas atitudes de desafio às autoridades desencadearam uma série de julgamentos, tendo sua pena aumentada para 30 anos.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Síntesis Biográfico de Orlando Zapata Tamayo». Payolibre.com. Consultado em 16 de março de 2010. 
  2. «El régimen pone cerco al funeral de Zapata». El País (em espanhol). Elpais.com. Consultado em 16 de março de 2010. 
  3. «Cinco dissidentes fazem greve de fome por morte de Zapata». Estadão. Estadão.com.br. Consultado em 10 de março de 2010. 
  4. a b «Oposição denuncia prisões para evitar protestos contra morte de Orlando Zapata». Globo.com. Moglobo.globo.com. Consultado em 10 de março de 2010.  [ligação inativa]
  5. The Suicide of Orlando Zapata Tamayo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Orlando Zapata
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.