Os Contemporâneos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Os Contemporâneos
Informação geral
Formato Série
Duração 20 minutos
Criador(es) Bruno Nogueira
Eduardo Madeira
Francisco Martiniano Palma
João Quadros
Mário Botequilha
Nuno Costa Santos
Nuno Markl
Roberto Pereira
Vítor Elias
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Ricardo Freitas
Produtor(es) Até ao Fim do Mundo
Produções Fictícias
Elenco Bruno Nogueira
Carla Vasconcelos
Dinarte Branco
Manuel Marques
Nuno Lopes
Nuno Markl
Eduardo Madeira
Exibição
Emissora de televisão original RTP1
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 42
Cronologia
Programas relacionados Gato Fedorento, Tele Rural

Os Contemporâneos foi um programa televisivo de humor começado a exibir pela RTP1 em 2008. O programa consistia num conjunto de sketches derivados do que mais relevante aconteceu na sociedade.[1][2][3][4]

História[editar | editar código-fonte]

Escrito por um conjunto de argumentistas das Produções Fictícias (dois dos quais, Eduardo Madeira e Nuno Markl, atuam também à frente das câmaras), o programa divide-se em sketches protagonizados por atores como Bruno Nogueira, Maria Rueff, Nuno Lopes, Carla Vasconcelos, Dinarte Branco e Gonçalo Waddington.[5] Na segunda série, Rueff e Waddington (substituídos por Manuel Marques) abandonaram a equipa.

Assentando sobretudo na sátira à atualidade político-social, Os Contemporâneos possui momentos marcantes como as entrevistas de Bruno Nogueira a populares ou as intervenções do "Chato" interpretado por Nuno Lopes (com o bordão "Vai mas é trabalhar, ó") ou ainda a aparição dos "Panisgas", interpretados por Bruno Nogueira e Eduardo Madeira.

Em dezembro de 2008, foi lançado o DVD da primeira série, enquanto a RTP confirmou a realização de uma terceira, a estrear em 2009. No dia 3 de maio de 2009, estreou na RTP1, a 3.ª temporada de "Os Contemporâneos". Em julho do mesmo ano, foi posta à venda a edição DVD da segunda série. O episódio final apareceu no ar no dia 2 de agosto de 2009. Segundo o que Nuno Markl disse no seu blog, a hipótese de uma 4.ª série não estava totalmente esquecida, embora dependesse da disponibilidade dos atores, que abraçaram novos projetos no teatro e na televisão.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Bruno Nogueira

Elenco actual[editar | editar código-fonte]

Membros anteriores[editar | editar código-fonte]

Convidados[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Apesar de abandonar o programa no final da 1.ª série (de facto, já nem aparece na capa do DVD da 2.ª temporada), Gonçalo Waddington apareceu no último sketch do primeiro episódio da 2.ª série, onde se criou uma desculpa fictícia para a sua partida do programa.
  • As primeiras 3 séries têm todas 13 episódios, à semelhança de outros programas humorísticos como Monty Python's Flying Circus.
  • Apesar de ser uma das características mais populares do programa, as entrevistas conduzidas por Bruno Nogueira às pessoas na rua só foram introduzidas no episódio 10 da 1.ª temporada. Como o formato se manteve popular, as temporadas seguintes mantiveram-no.
  • A única vez em que o "Chato" e "Os Panisgas" aparecem no mesmo episódio aconteceu no último da 3.ª série.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão em Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.