Palazzo Chigi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palazzo Chigi
Fachada do Palazzo Chigi - Vista parcial
Arquiteto Giacomo della Porta e Carlo Maderno
Proprietário atual Estado italiano
Função atual Residência do Presidente do Conselho de Ministros
Local Roma,  Itália

O Palazzo Chigi é um palácio localizado no centro de Roma entre a Piazza Colonna e a Via del Corso. Desde 1961, é a sede do governo italiano e a residência do presidente do Conselho de Ministros, ao lado do Palazzo Montecitorio.

História[editar | editar código-fonte]

O Palazzo Chigi numa gravura setecentista, por Giuseppe Vasi.

O palácio foi iniciado em 1562 por Giacomo della Porta e concluído em 1580 por Carlo Maderno, para a família Aldobrandini. Em 1659, foi comprado pela família Chigi[1], sendo então remodelado por Felice della Greca e Giovan Battista Contini.

O palácio tem cinco andares, uma ampla escadaria que leva às salas de estar, e um pátio decorado com uma fonte desenhada por Giacomo della Porta. A fonte tem sido reproduzida em vários lugares de Roma e noutras cidades italianas[2].

Em 1878, tornou-se a residência do embaixador austro-húngaro na Itália. Em 1916, o Palazzo Chigi foi comprado pelo estado italiano e tornou-se na sede do Ministério dos Assuntos Coloniais. Mais tarde, foi residência oficial do Ministro dos Negócios Estrangeiros.

Em 1961, tornou-se no lugar de encontro oficial do Conselho de Ministros, cujo presidente é o Primeiro-Ministro da Itália, função que mantém até à actualidade.

Referências

  1. Palaces, Villas and Gardens. Rome Guide Italy. Página visitada em 2007-05-19.
  2. Roberto Piperno. Piazza Colonna. Página visitada em 2007-05-19.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palazzo Chigi