Panelas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Panela (desambiguação).
Panelas
  Município do Brasil  
Formação rochosa em Panelas
Formação rochosa em Panelas
Hino
Gentílico panelense[1]
Localização
Localização de Panelas em Pernambuco
Localização de Panelas em Pernambuco
Mapa de Panelas
Coordenadas 8° 39' 50" S 36° 0' 21" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Região intermediária[2] Caruaru
Região imediata[2] Caruaru
Municípios limítrofes Altinho, Quipapá, Jurema, Lagoa dos Gatos, Cupira, São Benedito do Sul e Ibirajuba
Distância até a capital 182 km
História
Fundação 18 de maio de 1870 (150 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) Joelma Duarte de Campos (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 380,428 km²
População total (estimativa IBGE/2019[4]) 26 474 hab.
Densidade 69,6 hab./km²
Clima semiárido (BSh)
Altitude 532 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,569 baixo
PIB (IBGE/2015[6]) R$ 159 396,98 mil
PIB per capita (IBGE/2015[6]) R$ 6 023,16

Panelas é um município brasileiro do estado de Pernambuco, Região Nordeste do país. Sua população foi estimada em 26 474[4] habitantes, conforme dados do IBGE de 2019. Administrativamente, Panelas é formado pelos distritos Cruzes, São José e São Lázaro e sede.

História[editar | editar código-fonte]

Panelas obteve sua autonomia municipal em 18 de maio de 1870 pela Lei Provincial nº 919, tendo sido desmembrado do município de Caruaru e parte do território do município de São Bento do Una.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 08º39'49" sul e a uma longitude 36º00'21" oeste, estando a uma altitude de 532 metros. De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[7] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Caruaru.[2] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião do Brejo Pernambucano, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Agreste Pernambucano.[8]

O município de Panelas encontra-se no Planalto da Borborema, apresentando relevo ondulado, característico desta unidade. A vegetação nativa é a floresta caducifólia ou subcaducifólia.

O município de está nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio Una e os principais tributários são os rios da Chata, Panelas e do Feijão, além dos riachos: Gaiola, da Areia e Duas Barras, alguns de regime intermitente.

Distritos[editar | editar código-fonte]

Cruzes[editar | editar código-fonte]

Cruzes é o maior distrito do município de Panelas, a vila está localizada a 13 km de distância da sede. segundo Distrito do município, é o braço direito em termos sociais e populacionais, segundo pesquisas demográficas recentes, teria aproximadamente 8 mil habitantes. Existe até uma ideia compartilhada por muitos, a de emancipação futura desta vila.

A vila de Cruzes têm como festas religiosas tradicionais: as comemorações juninas, Festa de Nossa Senhora da Conceição (realizada pelos católicos) e outros eventos religiosos do seguimento evangélico realizado por igrejas situadas na vila.

Segundo moradores mais velhos e professores, o nome Cruzes têm versões parecidas, cuja todas apontam para ruas ou caminhos cruzados e a presença de cruzes originadas pelo enterro de crianças pagãs. Apesar desse nome estranho, Cruzes era um local tranquilo para se morar, até que recentemente, relatos de assaltos e envolmimentos em drogas, colocaram a Vila como um lugar um pouco violento.

Maratona de

Em 1983 com o objetivo de homenagear o aniversário do time Cruzeiro Esporte Clube da Vila de Cruzes, 2º Distrito da cidade de Panelas, João Pedro (Zazá) reuniu-se com um grupo de amigos e a partir de então, deram início a uma das mais tradicionais festas esportivas do interior do estado de Pernambuco, a Maratona de Cruzes, que desde 1983 traz para a cidade e região uma autêntica disputa de velocidade e resistência.

A festividade traz também várias apresentações culturais como bacamarteiros, bumba-meu-boi, capoeira, mamulengo, banda de pífanos e Antônio da Boneca, além de três dias de muito forró com bandas reconhecidas nacionalmente. A Maratona de Cruzes recebe cerca 60 mil pessoas ao longo de sua programação.

São José do Bola[editar | editar código-fonte]

Vila São José do Bola, Distrito de Panelas, Agreste Meridional. Localizado a 10 km da sede, foi criada na década de 1940, nas terras de José Filipe Barbosa conhecido por "Zezinho da Areia" renomado agropecuarista da Região.

Teve primeiro o nome de Bola, pois ali havia uma intensa vegetação com inúmeros tatus-bola. Ao passar à categoria de vila, teve São José como orago padroeiro.

São José do Bola, tem como suas principais atrações a festa do Padroeiro São José e as festas juninas, com destaque para o Tradicional "Casamento do Matuto" e concurso de fantasia de carros-de-bois. Lugar atraente, pacato e gostoso de viver.

São Lázaro[editar | editar código-fonte]

A vila de São Lázaro é o quarto distrito de Panelas. Localizada a cerca de 10 km da sede na BR-104 no sentido de Quipapá.

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de prefeitos de Panelas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Panelas». Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  3. Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Panelas - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 6 de julho de 2018 
  4. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 7 de março de 2020 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 1 de outubro de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015». Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  7. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 6 de julho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.