Patricia Nell Warren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Patricia Nell Warren
Data de nascimento 1936 (80 anos)
Nacionalidade  Estados Unidos
Magnum opus O Corredor de Fundo
Página oficial [[1]]

Patricia Nell Warren (nascida em 1936) é uma escritora, jornalista e ativista norte-americana, autora de O Corredor de Fundo e premiada em 1997 com o Lambda Literary Award pelo seu romance Billy's Boy (Wildcat).

Jornalista, trabalhou na Espanha entre 1964 e 1972, como correspondente da publicação Reader's Digest, residindo em Cantábria, onde aprendeu espanhol.

Em 1974, Warren publicou o seu primeiro romance O Corredor de Fundo.[1] Contado a partir do ponto de vista de um treinador de atletismo gay, a história relata a sua luta para incluir um talentoso corredor gay na equipa olímpica americana e para resistir à sua crescente paixão por ele.[2] Este livro polémico[3] foi o primeiro livro de fição gay contemporâneo a chegar à lista de best-sellers do The New York Times.[2]

Ela própria uma corredora, Warren foi uma das primeiras mulheres a correr a maratona de Boston, em 1968. Participou ilegalmente com um grupo de corredoras que contribuiram para que a participação feminina em maratonas fosse permitida nos EUA.[4] [5]

Em 1976, Warren publicou um segundo romance, The Fancy Dancer, uma história localizada no estado de Montana, onde nascera, descrevendo a luta de um jovem padre católico de uma pequena cidade rural por se reconciliar com a sua orientação sexual.

Em 1978 surgiu o terceiro romance de Warren, The Beauty Queen, também publicada pela Morrow, este livro localiza-se no ambiente citadino de Nova Iorque onde a autora viveu muitos anos. A história foca-se num empresário socialmente proeminente de Manhattan, um gay no sair do armário, um pai que procura coragem para contar quem é à sua filha, que entrara na politica como cristã renascida anti-gay.

Em 1980, Warren deixou o seu emprego na Readers Digest para se tornar escritora a tempo inteiro.[5] Regressou ao Oeste onde escreveu o seu próximo romance, uma obra sobre a história do Oeste Americano. Foi publicada pela Ballantine, em 1991m com o título One Is the Sun. Quando se estabeleceu por fim em Los Angeles, na Califórnia,[5] , tomou a decisão de fundar uma editora independente, a Wildcat Press, que publicou todos os seus livros a partir dessa altura, incluindo o seu romance de 2001, The Wild Man, inspirado pelos anos que passou em Espanha.

Na década de 1990, Warren tornou-se mais ativa políticamente. De 1996 a 1999, em consequência da sua preocupação com a juventude LGBT, ofereceu-se como voluntária como comissária para a educação do Distrito Escolar Unificado de Los Angeles. Em 2006, Warren contratou Neal Zaslavsky, um consultor político veterano, e anunciou a sua candidatura à Câmara em West Hollywood, Califórnia.[6] .

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. The Front Runner (1974) ISBN 0-9641099-6-4 (O Corredor de Fundo (2013) ISBN 978-989-8575-32-6)
  2. The Fancy Dancer (1976) ISBN 0-9641099-7-2
  3. The Beauty Queen (1978) ISBN 0-9641099-8-0
  4. One is the Sun (1991) ISBN 1-889135-02-X
  5. Harlan's Race (1994) ISBN 0-9641099-5-6
  6. Billy's Boy (1997) ISBN 0-9641099-4-8
  7. The Wild Man (2001) ISBN 1-889135-05-4

Referências

  1. «Legendary Author Patricia Nell Warren: Ever The Front Runner». The Huffington Post. Consultado em 2016-02-17. 
  2. a b Ziegler, Cyd. «Moment #4: Publication of 'The Front Runner'». Outsports. Consultado em 2016-02-17. 
  3. «Author Examines Gay Athletes». NPR.org. Consultado em 2016-02-17. 
  4. Cyd Zeigler jr. (2002). «Still A Front Runner». Outsports. 
  5. a b c João Máximo; Luís Chainho (2014). USA Wild West; Oeste Selvagem Americano INDEX ebooks [S.l.] ISBN 9789898575360 Verifique |isbn= (Ajuda). 
  6. «Notice of Nominees for Public Office» (PDF). City of West Hollywood. December 2006. Consultado em 2007-07-10.