Patricia Nell Warren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Patricia Nell Warren
Página oficial
[[1]]

Patricia Nell Warren (nascida em 1936) é uma escritora, jornalista e ativista norte-americana, autora de O Corredor de Fundo e premiada em 1997 com o Lambda Literary Award pelo seu romance Billy's Boy (Wildcat).

Jornalista, trabalhou na Espanha entre 1964 e 1972, como correspondente da publicação Reader's Digest, residindo em Cantábria, onde aprendeu espanhol.

Em 1974, Warren publicou o seu primeiro romance O Corredor de Fundo.[1] Contado a partir do ponto de vista de um treinador de atletismo gay, a história relata a sua luta para incluir um talentoso corredor gay na equipa olímpica americana e para resistir à sua crescente paixão por ele.[2] Este livro polémico[3] foi o primeiro livro de fição gay contemporâneo a chegar à lista de best-sellers do The New York Times.[2]

Ela própria uma corredora, Warren foi uma das primeiras mulheres a correr a maratona de Boston, em 1968. Participou ilegalmente com um grupo de corredoras que contribuiram para que a participação feminina em maratonas fosse permitida nos EUA.[4][5]

Em 1976, Warren publicou um segundo romance, The Fancy Dancer, uma história localizada no estado de Montana, onde nascera, descrevendo a luta de um jovem padre católico de uma pequena cidade rural por se reconciliar com a sua orientação sexual.

Em 1978 surgiu o terceiro romance de Warren, The Beauty Queen, também publicada pela Morrow, este livro localiza-se no ambiente citadino de Nova Iorque onde a autora viveu muitos anos. A história foca-se num empresário socialmente proeminente de Manhattan, um gay no sair do armário, um pai que procura coragem para contar quem é à sua filha, que entrara na politica como cristã renascida anti-gay.

Em 1980, Warren deixou o seu emprego na Readers Digest para se tornar escritora a tempo inteiro.[5] Regressou ao Oeste onde escreveu o seu próximo romance, uma obra sobre a história do Oeste Americano. Foi publicada pela Ballantine, em 1991m com o título One Is the Sun. Quando se estabeleceu por fim em Los Angeles, na Califórnia,[5] tomou a decisão de fundar uma editora independente, a Wildcat Press, que publicou todos os seus livros a partir dessa altura, incluindo o seu romance de 2001, The Wild Man, inspirado pelos anos que passou em Espanha.

Na década de 1990, Warren tornou-se mais ativa políticamente. De 1996 a 1999, em consequência da sua preocupação com a juventude LGBT, ofereceu-se como voluntária como comissária para a educação do Distrito Escolar Unificado de Los Angeles. Em 2006, Warren contratou Neal Zaslavsky, um consultor político veterano, e anunciou a sua candidatura à Câmara em West Hollywood, Califórnia.[6]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. The Front Runner (1974) ISBN 0-9641099-6-4 (O Corredor de Fundo (2013) ISBN 978-989-8575-32-6)
  2. The Fancy Dancer (1976) ISBN 0-9641099-7-2
  3. The Beauty Queen (1978) ISBN 0-9641099-8-0
  4. One is the Sun (1991) ISBN 1-889135-02-X
  5. Harlan's Race (1994) ISBN 0-9641099-5-6
  6. Billy's Boy (1997) ISBN 0-9641099-4-8
  7. The Wild Man (2001) ISBN 1-889135-05-4

Referências

  1. «Legendary Author Patricia Nell Warren: Ever The Front Runner». The Huffington Post. Consultado em 17 de fevereiro de 2016 
  2. a b Ziegler, Cyd. «Moment #4: Publication of 'The Front Runner'». Outsports. Consultado em 17 de fevereiro de 2016 
  3. «Author Examines Gay Athletes». NPR.org. Consultado em 17 de fevereiro de 2016 
  4. Cyd Zeigler jr. (2002). «Still A Front Runner». Outsports 
  5. a b c João Máximo; Luís Chainho (2014). USA Wild West; Oeste Selvagem Americano. [S.l.]: INDEX ebooks. ISBN 9789898575357 
  6. «Notice of Nominees for Public Office» (PDF). City of West Hollywood. Dezembro de 2006. Consultado em 10 de julho de 2007