Pero de Góis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pero de Góis
Governador da Capitania de São Tomé
Sucessor Gil de Góis da Silveira
Título(s) Capitão-mor da costa do Brasil
Nome completo Pero de Góis da Silveira
Morte 1554

Pero de Góis (século XVI) foi um administrador colonial português. A Capitania de São Tomé lhe foi doada pelo Rei João III de Portugal em 1537.

Góis partiu de Lisboa, desembarcando no Brasil em 1538. Ao chegar fundou a Vila da Rainha (atualmente em São Francisco de Itabapoana) e começou uma plantação de cana-de-açúcar, entretanto devido a conflitos com tribos indígenas hostis como os Goitacases e os puris a região foi abandonada.[1]

Seu irmão, Luís de Góis, foi o primeiro a levar tabaco à Europa.

Foi ferido gravemente, vítima de um tiro de arcabuz, durante o assalto ao Entrincheiramento de Iguape.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Paulo Paranhos. «Controvérsias sobre os primeiros tempos da capitania de São Tomé da Paraíba do Sul» (PDF). asbrap.org.br. Consultado em 1 de junho de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.