Pilha de Weston

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Desenho da patente norte americana número 494827 de Edward Weston que descreve a célula padrão

Pilha de Weston é uma pilha molhada que produz nível de tensão estável. Criado por Edward Weston, em 1893, foi adotado como padrão internacional para força eletromotriz entre 1911 e 1990.[1]

Química[editar | editar código-fonte]

O ânodo é um amálgama de cádmio com mercúrio com um cátodo de mercúrio puro sobre a qual um colar de sulfato de mercúrio e mercúrio são colocados. O eletrólito é uma solução saturada de sulfato de cádmio e o despolarizador é uma pasta de sulfato de mercúrio.

Como mostrado na ilustração, a célula está configurada em um recipiente de vidro em forma de H, com a amálgama de cádmio em uma perna e o mercúrio puro na outra. As ligações eléctricas para o cádmio e o amálgama de mercúrio são feitas por fios de platina fundidos através das extremidades inferiores das pernas.

Características[editar | editar código-fonte]

O projeto original foi uma célula cádmio saturada produzindo um 1,018638 Volts de referência e tinha a vantagem de ter um menor coeficiente de temperatura do que a Pilha de Clark usado anteriormente. [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.ipen.br/biblioteca/teses/7184.pdf
  2. Robert B. Northrop Introdução à instrumentação e medições segundo edCRC Press, 2005 ISBN 0-8493-3773-9 página 14
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.