Bateria polímero de lítio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bateria usada para celular

Bateria LiPO ou Polímero de Lítio é uma bateria em que contém em seus eletrólitos de sais de lítio retidos em um polímero sólido como o óxido de polietileno ao invés de solventes tornando-as adaptáveis a diferentes formatos e permitindo altas taxas de descarga.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Células LiPo acompanham a história de células de lítio íon surgindo na década de 1980. Começou a ser comercializada pela Sony como uma pilha cilindrica em 1991. Depois disso, outras técnicas de embalagem evoluíram. Elas podem ser ligadas em série com a soma dos níveis de tensão ou em paralelo com o aumento da capacidade de armazenamento (Ah, Ampère-hora[2]).

Aplicações[editar | editar código-fonte]

As baterias LiPO são bastante usadas em modelismo, sejam barcos, carros, aviões, helicópteros ou quadricóptero. Elas também são usadas em notebooks, carros elétricos, celulares.

Cuidados com Baterias LiPO[editar | editar código-fonte]

Elas possuem um poder de armazenamento superior das baterias convencionais. No entanto requer mais cuidados:[3]

  • Sempre carrega utilizando carregadores próprios com balanceamento;
  • Evitar descarga a bateria abaixo de 3v por célula;
  • Não descarregue a uma taxa além do permitido;
  • Posicione a bateria onde possa pegar maior ventilação;
  • Carregue cada célula no máximo 4,2 volts por célula;
  • Armazenar a bateria num local fresco, arejado e que não esquente;
  • Não permitir curtos circuitos;
  • Não carregue ou armazene as baterias próximo de materiais inflamáveis;
  • Não derrube nem amasse a bateria;
  • Descarte imediatamente, em local apropriado, células muito inchadas ou perfuradas.


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.