Praia da Salgueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Praia da Salgueira
Praia Azul Póvoa Varzim.jpg

Praia da Salgueira, junto ao Buddah Club, nos finais de Setembro.

Localização
Coordenadas
Endereço
Descrição
Tipo de praia
Oceânica
Faixa de areia
Branca

A Praia da Salgueira é uma extensa praia marítima na área urbana da Póvoa de Varzim. A Praia da Salgueira é uma praia bastante frequentada de areia branca com poucos penedos na parte central, apta para a prática de surf. A Salgueira é bastante procurada no verão, com menores enchentes durante a semana ou fora da época estival.

A Praia da Salgueira é percorrida pela Avenida dos Banhos, a principal avenida balnear da Póvoa. A praia tomou o nome de um antigo lugar ali existente. A praia é ladeada, a sul, pela Esplanada do Carvalhido - uma praça-praia, enquanto que o flanco norte, rochoso, junto ao Buddha Club, é denominado "Praia Azul".

História[editar | editar código-fonte]

Um apoio de praia com siglas.
Ondas durante a maré baixa em meados de Outubro. Apesar de pouco visível na imagem, surfistas e bodyborders encontram-se no spot.

É uma praia de banhos histórica. No século XIX chegou a ser conhecida como "Praia dos Ceboleiros", onde as pessoas tomavam banho de forma pouco ortodoxa. Homens e mulheres despiam-se no areal deixando apenas uma camisa comprida sobre o corpo e depois banhavam-se de cócoras, a roupa ao ficar molhada tornava-se transparente. Tal hábito levou a câmara, em 1871, a decretar que: "é proibido tomar banhos em estado de nudez, em todo o litoral do concelho, sob pena de 1$500 reis ou 3 dias de prisão".[1]

Surf[editar | editar código-fonte]

A Salgueira é uma praia de surf para surfistas experientes, onde se encontra o Póvoa de Varzim spot, se bem que existam outras ondas na praia que podem ser usadas. O spot é bastante popular entre bodyboarders, dado que são ondas apropriadas para esta modalidade, durante a maré-cheia é também apropriada para longboard e surf. Com swells de Noroeste para Sudoeste, tem como condicionantes rochedos e enchentes de pessoas. A comunidade surfista local não permitia o surf a principiantes ou pessoas de fora, num hábito conhecido entre surfistas como "localismo", hoje em dia o acesso ao spot é menos restrito. Surf de esquerda que se parte nos rochedos no meio da praia com uma pequena zona de take-off.[2]

Referências

  1. Projecto para a Construção de Pavilhões na Praia da Póvoa (Maio a Junho de 1924) - Arquivo Municipal da Póvoa de Varzim (2008)
  2. Nelson, Chris & Taylor, Demi (2008). Surfing Europe, 2nd Ed. [S.l.]: Footprint - Activity Guides