Quim Vitorino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Dezembro de 2008). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Joaquim Carvalho de Azevedo ou Quim Vitorino (Vila do Conde, 23 de Agosto de 1959), como é conhecido no mundo do futebol, é um ex-futebolista e actual treinador de futebol. Cresceu para o futebol no Rio Ave Futebol Clube e foi um dos que mais contribuíram para expandir o clube. É considerado o melhor jogador do Rio Ave Futebol Clube de todos os tempos.[1]

Foi, porém, no Futebol Clube do Porto que se mostrou ao mundo, vencendo todos os títulos possíveis. Arrecadou vários campeonatos nacionais e outros troféus domésticos, entre Taças de Portugal e Supertaças Cândido de Oliveira, a Supertaça Europeia, a Taça Intercontinental e a tão cobiçada Taça dos Campeões Europeus, na noite de 27 de Maio de 1987, em Viena diante do Bayern de Munique.

Foi um dos esteios do célebre meio-campo do Futebol Clube do Porto do final da década de 80, naquela que é vista por especialistas como a melhor equipa do mundo na altura. Representou igualmente a Selecção Portuguesa. Quim está entre as 250 personalidades que marcam a história do futebol português, as quais são apresentadas por João Malheiro no seu livro "A Idade da Bola".[2]

“No Rio Ave abalava os alicerces dos embates, dava sinal de riqueza, numa equipa que não muito tempo antes andava adormecida pelos Distritais”[3]

“No grande esquadrão que era o FC Porto, Quim tinha futebol impregnado de talento, ensopava de beleza o relvado, era jogador de frisson, depurante. E com seiva para a selva, para aquela selva hiperpovoada de adversários no meio-campo contrário. Avançava com planos, avançava com ideias, avançava com resultados. (...) Quim esteve na universalização do FC Porto. Unívoco foi o seu futebol, univalente a sua mercê”[4]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Como Jogador

Como Treinador

Referências

  1. [1]
  2. ovilacondense.blogspot.com - «A Idade da Bola», de João Malheiro, 22/3/2006
  3. Malheiro, João (2006): "A Idade da Bola", p.200, 1ª edição, Lisboa: QUIDNOVI.
  4. Malheiro, João (2006): "A Idade da Bola", p. 200, 1ª edição, Lisboa: QUIDNOVI.
Ícone de esboço Este artigo sobre um futebolista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.