Raúl Zurita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raúl Zurita
Raúl Zurita, 2013
Nacionalidade Chile Chilena
Ocupação Escritor
Prêmios Prêmio Nacional de Literatura do Chile (2000)

Prémio Casa de las Américas (2006)

Raúl Zurita (Santiago do Chile, 10 de janeiro de 1950) é um poeta chileno.

Sua obra é marcada pela ditadura militar imposta por Augusto Pinochet. Militante comunista, foi detido, encarcerado e torturado. A partir daí, realizou diversas ações artísticas que pretendiam integrar e ampliar de forma crítica e criativa as diferentes concepções de arte e vida. Realizou variadas ações utilizando seu corpo como meio de expressão, chegando a autolesão e automutilação. Terminada esta etapa, o poeta começou a se afastar Partido Comunista.

Zurita foi professor de literatura na Universidade do Estado da Califórnia e, atualmente, leciona na Universidade Diego Portales.

Os seus livros foram traduzidos para o inglês, alemão, sueco, grego, árabe, italiano e russo.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Raúl Zurita ganhou o Prêmio Nacional de Literatura do Chile em 2000.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Raúl Zurita
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.