Raung

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Raung
Gunung Raung • Raoeng • Rawon • Ringgit • Roung
Vista aérea da caldeira do Raung
Raung está localizado em: Java
Raung
Localização do monte Raung em Java
Coordenadas 8° 7' 32" S 114° 2' 45" E
Altitude 3 332 m
Proeminência 3 069 m
Isolamento 124 km
Listas Ultra
Tipo estratovulcão
Ilha Java
País Indonésia
Província Java Oriental
Regências BondowosoBanyuwangiJember
Última erupção abril-agosto de 2015

O Raung (em indonésio: Gunung Raung), também chamado ou grafado Raoeng, Rawon, Ringgit ou Roung é um estratovulcão ativo situado na parte oriental da ilha indonésia de Java, com 3 332 metros de altitude[1] e 3 069 m de proeminência topográfica. Pertence às regências de Bondowoso, Banyuwangi e Jember da província indonésia de Java Oriental.

É um dos vulcões mais ativos de Java. Encontra-se a pouco mais de 20 km a sudoeste do maciço de Ijen, 40 km a oeste da costa oriental de Java (estreito de Bali), 36 km a noroeste-oeste de Banyuwangi, 37 km a leste de Jember e 34 km a sudeste de Bondowoso (distâncias em linha reta). A sua caldeira tem cerca de dois quilómetros de diâmetro, 500 metros de profundidade e está rodeada por um bordo acinzentado, que contrasta com as encostas verdejantes devido à vegetação.[1] É o vulcão mais alto do grupo de vulcões que integra, onde também se destacam o Suket (2 950 m) e o Gadung, situados junto às suas encostas nordeste e oeste, respetivamente. Apesar dos vales entre estes vulcões serem muito férteis devido ao solo enriquecido pelas cinzas vulcânicas, a quantidade de solo arável é muito limitada.[2]

A erupção mais antiga de que há registo ocorreu em 1586. Entre esse ano e 1817, ocorreram mais cinco erupções que causaram vítimas mortais.[3] Em junho de 2015, a sua última grande erupção tinha ocorrrido entre abril e agosto de 2015, tendo provocado o encerramento de vários aeroportos de Java e de Bali devido às emissões de cinza.[4] As erupções são sempre de caráter explosivo, geralmente com índices de explosividade (IEV) 1 ou 2, mas que podem atingir 5, que ocorrem na caldeira, no cume do vulcão. Essas erupções traduzem-se geralmente pelo aparecimento de uma ou várias plumas vulcânicas que emitem cinzas, mas várias erupções mais potentes, ocorridas entre 1586 e 1838 foram do tipo tipo freatomagmática e provocaram a formação de lahars. A erupção de 1953, com IEV 3, também provocou lahars que causaram danos materiais.[1]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c «Raung». Programa Global de Vulcanismo. Smithsonian Institution. Consultado em 10 de junho de 2017 
  2. «Gunung Raung». radarbanyuwangi.co.id. Consultado em 10 de junho de 2017. Arquivado do original em 23 de janeiro de 2014  |urlmorta= e |datali= redundantes (ajuda)
  3. McClelland, Lindsay (1989), Global Volcanism, 1975-1985, ISBN 0-13-357203-X, Prentice Hall 
  4. «CNN: Airports Close Due to Raung Ash Cloud». 10 de julho de 2015 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Raung
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Indonésia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre vulcões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.