Reinier Johannes Antonius Rozestraten

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Reinier Johannes Antonius Rozestraten (Haia, 1924 - 27 de junho de 2008) [1] é titular da 34ª cadeira da Academia Paulista de Psicologia. Chegou ao Brasil no ano de 1950 para contribuir com o Colégio Santo Antônio, em Belo Horizonte[2]. Dedicou-se à Psicologia, sobretudo, em sua relação com o trânsito e em 1976 recebeu o Prêmio Emílio Mira y López. Foi premiado também no I Congresso Nacional de Segurança Viária na área de Psicologia e Segurança do Trânsito. Rozestraten foi responsável por diversas publicações no campo da Psicologia, tornando-se, portanto, o nome mais referenciado no que diz respeito ao estudo da psicologia do trânsito no Brasil.

Rozestraten estudou Filosofia e Teologia em Haia. Em 1955 concluiu sua graduação em História Natural pela UFMG e, em 1971, tornou-se doutor em Psicologia Experimental pela mesma Instituição. Especializou-se em Psiquiatria e Higiene Mental e participou do Curso de Especialização em Psicologia Experimental da Aprendizagem no Instituto Superior de Educação Rural. Estudando a percepção no trânsito, Rozestraten, em 1980, concluiu seu pós-doutorado no Laboratoire de Psychologie de la Conduite, ONSER (INRETS), na França.[2]

Durante sua trajetória, Rozestraten criou o Laboratório de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), dirigiu o Instituto de Psicologia e os Serviços do Instituto de Psicologia – Sipuc da referida Instituição. Ministrou aulas de diferentes disciplinas relacionadas à Psicologia em diversas Instituições de ensino, tais como: UFMG; USP; UFU e Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto. Contribui com os cursos de graduação e pós-graduação em Psicologia da Universidade Católica Dom Bosco e da Universidade Federal do Pará. Foi um dos protagonistas na criação do curso de Psicologia da Faculdade de Filosofia do Centro de Ensino Universitário de Brasília – CEUB. Rozestraten foi ainda presidente da Sociedade de Psicologia de Ribeirão Preto e da Associação Brasileira de Ergonomia (Abergo), além de ter trabalhado no Instituto de Psicologia Irmão Dubois.

Referências

  1. Bol. - Acad. Paul. Psicol. v.28 n.2 São Paulo dez. 2008 disponível
  2. a b CAMPOS, R. H. F. Dicionário Biográfico da Psicologia no Brasil: pioneiros. Rio de Janeiro: Conselho Federal de Psicologia. 2001.

Bilbliografia[editar | editar código-fonte]

Revista de Psicologia. Ensaio: Homenagem ao Professor Reinier Rozestraten. V.IV, N.2 2013. disponível

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) psicólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.