Renato Buso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Renato Buso
Informações pessoais
Nome completo Renato Buso
Data de nasc. 19 de dezembro de 1969 (47 anos)
Local de nasc. Treviso,  Itália
Altura 1,82 m
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador (Ex-meia-atacante)
Clubes de juventude
Itália Montebelluna
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1984–1985
1985–1989
1989–1991
1991–1993
1993–1996
1996–1997
1997–2000
2000–2001
2001–2003
Itália Montebelluna
Itália Juventus
Itália Fiorentina
Itália Sampdoria
Itália Napoli
Itália Lazio
Itália Piacenza
Itália Cagliari
Itália Spezia

55 (10)
49 (9)
34 (4)
95 (11)
16 (1)
61 (4)
32 (4)
39 (1)
Seleção nacional
1987–1992
1992
Flag of Italy.svg Itália Sub-21
Flag of Italy.svg Itália Olímpica
25 (9)
5 (0)
Times/Equipas que treinou
2004–2005
2006–2007
2007–2008
2008–2011
2011–2013
2013–2014
Itália Spezia (auxiliar-técnico)
Itália Sarzanese
Itália Spezia (categorias de base)
Itália Fiorentina (categorias de base)
Itália Gavorrano
Itália Chievo (coordenador técnico)





Renato Buso (Treviso, 19 de dezembro de 1969) é um ex-futebolista e treinador de futebol italiano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira profissional pelo Montebelluna, com apenas 15 anos de idade. Em 1985, assinou com a tradicional Juventus, conquistando seus 2 primeiros títulos, a Copa Intercontinental e a Série A de 1985-86, a despeito de ter ficado na reserva de Alessandro Altobelli, Ian Rush e Aldo Serena.[1][2] Em 1989, é contratado pela Fiorentina, onde atuou em 49 jogos e marca 9 gols.

Passou ainda por Sampdoria, Napoli, Lazio, Piacenza, Cagliari e Spezia, onde parou de jogar em 2003.[3][4]

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Sem nunca ter defendido a equipe principal da Seleção Italiana, Buso jogou apenas pelas equipes de base da Azzurra. Venceu o Campeonato Europeu Sub-21 de 1992 e jogaria também os Jogos Olímpicos de Barcelona.[5]

No total, foram 30 partidas pelas equipes de base (25 pelo time Sub-21 e 5 pela Seleção olímpica), marcando 9 gols.

Carreira de treinador[editar | editar código-fonte]

Em 2004, Buso voltou ao Spezia como auxiliar-técnico, onde permaneceria até 2005. No ano seguinte, estreia como técnico principal no Sarzanese, na Serie D. Regressou ao Spezia em 2007, agora como técnico dos juniores. Exerceu o cargo na Fiorentina entre 2008 e 2011, quando voltaria a comandar uma equipe adulta - neste caso, o Gavorrano, que jogava na época a Lega Pro Seconda Divisione.[6]

Seu último trabalho foi no Chievo, exercendo a função de coordenador técnico.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Juventus
Sampdoria
Seleção Italiana Sub-21

Individual[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «TANTI SALUTI DALLE SIGNORE DEL CAMPIONATO» (em italiano). La Repubblica. 30 de julho de 1986. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  2. «LA RISCOSSA DI BUSO, L' ETERNO SUPPLENTE DI TUTTI» (em italiano). La Repubblica. 29 de maio de 1992. Consultado em 13 de janeiro de 2015  line feed character character in |data= at position 6 (ajuda); Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. «Renato BUSO» (em italiano). Il Pallone Racconta. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  4. Stefano Bedeschi (19 de dezembro de 2013). «Gli eroi in bianconero: Renato BUSO» (em italiano). Tutto Juve. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 
  5. «OLIMPIADI, UN POSTO PER ORLANDO» (em italiano). La Repubblica. 23 de junho de 1992. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  6. Gavorrano: esonerato Guido Pagliuca; arriva Renato Buso - Radiobrunotoscana.it
Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.