Rouben Mamoulian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rouben Mamoulian
Rouben Mamoulian
Nascimento 8 de outubro de 1897
Tíflis,  Geórgia
Nacionalidade  Armênia Estados Unidos
Morte 4 de dezembro de 1987 (90 anos)
Ocupação Realizador
IMDb: (inglês)

Rouben Mamoulian, em armênio Ռուբեն Մամուլյան, (Tíflis, Geórgia, 8 de outubro de 1897Hollywood, 4 de dezembro de 1987) foi um diretor de cinema armeno-americano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de um banqueiro e de uma atriz armênia, ele foi para os Estados Unidos da América no final dos anos 20 para dirigir óperas e operetas, mas com o crescimento da indústria cinematográfica ele decidiu tentar a sorte em Hollywood.

Em 1929 ele dirigiu uma das primeiras produções faladas do cinema mundial: "Applause" (Aplausos)", e em seguida fez "City Streets" (Ruas da Cidade), estrelado por Gary Cooper e Sylvia Sidney.

Em 1932 realiza seu filme de maior sucesso, "Dr. Jekyll and Mr. Hyde" (O Médico e o Monstro), considerado pelos críticos de cinema como uma das melhores adaptações cinematográficas do conto de Robert Louis Stevenson. O filme deu o Óscar de melhor ator para Frederic March.

Ele trabalhou com os grandes nomes do cinema mundial nas décadas de 40 e 50 como Maurice Chevalier, Marlene Dietrich, Charles Boyer, Greta Garbo, Tyrone Power, Rita Hayworth e Fred Astaire em filmes como "Queen Christina" (Rainha Cristina); "The Mark of Zorro" (A Marca do Zorro); "Blood and Sand" (Sangue e Areia) e "Silk Stockings" (Meias de Seda), seu último filme realizado em 1957.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.