Meias de Seda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Meias de seda
Silk Stockings
 Estados Unidos
1957 •  cor •  117 min 
Direção Rouben Mamoulian
Roteiro Abe Burrows (peça)
Leonard Gershe
Leonard Spigelgass
Elenco Fred Astaire
Cyd Charisse
Janis Paige
Género comédia
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Meias de Seda[1][2] (Silk Stockings) é um filme estadunidense de 1957, do gênero comédia musical, produzido pela MGM e dirigido por Rouben Mamoulian, em seu último trabalho no cinema. É um remake de Ninotchka, com Greta Garbo, que por sua vez inspirara a peça de Abe Burrows, adaptada para o cinema por Leonard Gershe e Leonard Spigelgass.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O produtor cinematográfico Steve Canfield quer que o compositor e pianista russo Peter Illyich Boroff escreva canções para o seu próximo filme, uma versão de Guerra e Paz, a ser filmado em Paris. Boroff resiste pois acaba de saber que chegarão três comissários soviéticos com a missão de levá-lo de volta a Moscou. Canfield então passa a corromper o recém-chegado trio de comissários, Brankov, Bibinski e Ivanov, oferecendo-lhes toda sorte de luxo e divertimentos da vida parisiense. Os três adiam a volta de Boroff, o que desagrada seu superior, que então resolve enviar outro comissário para saber o que está acontecendo. Ele encarrega para essa missão a fervorosa comunista Ninotchka Yoschenko, que vai até Paris.

Quando Ninotchka chega à capital francesa, Canfield logo tenta iniciar um romance com ela. Enquanto isso, a atriz principal do seu filme, Peggy Dayton (uma paródia de Esther Williams), convence Boroff a colaborar com o filme.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Indicações[editar | editar código-fonte]

  • O filme foi indicado ao Globo de Ouro e venceu como melhor filme e melhor atriz (Cyd Charisse) na categoria comédia/musical.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]