Queen Christina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Queen Christina
Rainha Cristina (PT)
Rainha Christina (BR)
 Estados Unidos
1933 • p&b • 97 min 
Direção Rouben Mamoulian
Roteiro S.N. Behrman
H.M. Harwood
Ben Hecht
Margaret P. Levino
Salka Viertel
Elenco Greta Garbo
John Gilbert
Género drama biográfico
Idioma Inglês, Espanhol
Página no IMDb (em inglês)

Queen Christina (Rainha Christina, no Brasil; Rainha Cristina, em Portugal) é um filme norte-americano de 1933 dirigido por Rouben Mamoulian.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Suécia, século 17: a rainha Christina abdica do trono da protestante Suécia por ter se convertido ao catolicismo. Um dos filmes mais antológicos de Greta Garbo, com destaque para as cenas de amor entre ela e Gilbert e para o final.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

  • Greta Garbo ... rainha Christin
  • John Gilbert ... don Antonio
  • Ian Keith ... Magnus
  • Lewis Stone ... Oxenstierna
  • Elizabeth Young ... condessa Ebba Sparre
  • C. Aubrey Smith ... Aage
  • Reginald Owen ... Charles
  • Georges Renavent ... Chanut
  • David Torrence ... arcebispo
  • Gustav von Seyffertitz ... general
  • Ferdinand Munier ... dono da hospedaria

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Festival de Veneza (1934)

  • Mamoulian foi indicado ao prêmio de melhor diretor (taça Mussolini).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Impressionada pelo desempenho em Westward Passage, Greta queria que Laurence Olivier fosse o protagonista, o que chegou a ser anunciado. Durante os ensaios, porém, o casal não revelou a química esperada. A MGM honrou o cachê de Olivier mas o demitiu. Greta então escolheu Gilbert.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.