Sarilhos Grandes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Portugal Sarilhos Grandes 
  Freguesia  
Coreto de Sarilhos Grandes
Coreto de Sarilhos Grandes
Símbolos
Brasão de armas de Sarilhos Grandes
Brasão de armas
Localização
Sarilhos Grandes está localizado em: Portugal Continental
Sarilhos Grandes
Localização de Sarilhos Grandes em Portugal
Coordenadas 38° 40' 44" N 8° 58' 06" O
Município MTJ.png Montijo
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Joaquim António Lopes Silva Batalha (PCP-PEV)
Características geográficas
Área total 11,77 km²
População total (2011) 3 424 hab.
Densidade 290,9 hab./km²

Sarilhos Grandes é uma freguesia portuguesa do município de Montijo, com 11,77 km² de área e 3 424 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 292,9 hab/km².

Localização[editar | editar código-fonte]

É composta pelas localidades de Sarilhos Grandes, Lançada, Broega, Pinhal do Gancho, Quatro Marcos e Arce. Em todas estas localidades, as actividades económicas mais vulgares são a agricultura, floricultura, fabrico de mobiliário, serração de mármore, serralharia civil e comércio.

Integrada no concelho do Montijo, Sarilhos Grandes faz divisão administrativa a Oeste com a freguesia de Sarilhos Pequenos, a Sul com a freguesia da Moita e Pinhal Novo, a Nascente com a freguesia do Alto Estanqueiro - Jardia e a norte é banhada pelo Estuário do Tejo.

Paisagem[editar | editar código-fonte]

A proximidade com o Rio Tejo, onde existe um conjunto de espécies de sabor apreciável, fez com que Sarilhos Grandes desenvolvesse uma gastronomia regional com características muito próprias. A fauna piscícola, nesta zona, inclui as enguias, lamejinhas, linguados, robalos e tainhas, sendo os pratos mais tradicionais o ensopado de enguias, lamejinhas abertas ao natural e a caldeirada à fragateiro.

Esta freguesia continua a apostar no artesanato, fazendo-se trabalhos em barro sobre diversas temáticas, como os bonecos tradicionais, santos, presépios e candeeiros.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Santo Isidro de Sarilhos Grandes [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
590 797 964 1 385 1 614 1 562 1 970 2 185 2 289 2 597 3 046 3 290 2 856 3 218 3 424
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 398 403 1 782 635 12,4% 12,5% 55,4% 19,7%
2011 487 332 1 848 757 14,2% 9,7% 54,0% 22,1%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

Património[editar | editar código-fonte]

O património histórico desta freguesia inclui a Ermida de Nossa Senhora da Piedade e a Igreja de São Jorge, sendo este o orago da freguesia, festejado em Julho, através de uma festa em sua honra. O coreto, o moinho de maré, o edifício da junta de freguesia, o depósito de água, do início do século XX, e os lavadouros, são outros dos monumentos que podem ser visitados nesta freguesia.

Existe ainda o Monumento à Passagem do Milénio, da autoria do escultor João Duarte. Este utilizou o inox escovado, o mármore e a pedra. Foi inaugurado a 25 de Abril de 2001.[2]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Sarilhos Grandes

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  2. Batista, Susana (2013). Montijo, um concelho uma visão.RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO MESTRADO EM ESTUDOS REGIONAIS E AUTARQUICOS. FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.