Seiya de Pégaso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Seiya de Pégaso
天馬星座の星矢
Seiya de Pégaso com armadura usada no anime
Primeira aparição Saint Seiya Capítulo 1: "Os Cavaleiros de Athena" (1986)
Criado por Masami Kurumada
Vozes Japonês:
Tōru Furuya (Anime; Omega)
Hiroko Emori (criança)
Masakazu Morita (OVAs)
Kaito Ishikawa (Legend of Sanctuary)
Português:
BrasilHermes Baroli
PortugalRogério Jacques (Anime)
PortugalJorge Paupério (Filmes)
Perfil
Sexo Masculino
Espécie Humano
Vida no animangá
Família Mitsumasa Kido (pai, falecido)
Seika (irmã)
Cavaleiro de bronze orfãos (meio irmãos)
Personagem de Saint Seiya
Portal Animangá

Seiya de Pégaso (天馬星座ペガサスの星矢, Pegasasu no Seiya?), também conhecido simplesmente como Seiya, é um personagem fictício de Saint Seiya série de mangá criada por Masami Kurumada. Ele é o protagonista de treze anos, que faz sua estréia no primeiro capítulo, "Os Cavaleiros de Athena" (女神アテナ聖闘士セイント, Atena no Seinto?) publicado na revista Weekly Shonen Jump em janeiro de 1986. Como a maioria dos personagens de Kurumada, Seiya teve o design inspirado no personagem principal de seu sucesso anterior o mangá Ring ni Kakero, Takane Ryūji. Seiya é um dos 88 guerreiros lendários conhecidos com cavaleiros que servem a deusa Athena ao longo das eras, protegendo a justiça e a paz na Terra. Como um cavaleiro, Seiya consegue uma das poderosa armaduras de origem divina, a armadura da constelação de Pegasus. Ele também possui força e velocidade sobre-humana, duas das muitas habilidades extraordinárias que os cavaleiros extraem de suas constelações guardiãs e uma essência interior chamada Cosmo.

Criação e concepção[editar | editar código-fonte]

Masami Kurumada, criador do personagem Seiya de Pégaso

Durante o processo de criação de Saint Seiya, Masami Kurumada, inicialmente, deu a Seiya o nome de Rin, pretendendo ser o título do seu mangá Rin of the Galaxy (銀河の輪, Ginga no Rin?) . No entanto, como ele continuou a desenvolver a história, ele mudou o nome para Seiya, que ele considerava mais adequado. Primeiro ele usou o nome com caracteres em Japonês que significa holy arrow (聖矢, seiya?), para relacioná-lo com a condição de Seiya como um cavaleiro, mas depois decidiu soletrar isso como "star arrow", para enfatizar a constelação e motivos mitológicos. Finalmente, ele mudou o título do mangá para Saint Seiya, sendo que o conceito de Cavaleiro estava totalmente desenvolvido. Kurumada afirmou que uma das primeiras idéias que tinha para Saint Seiya foi o "Meteoro de Pégaso". Como o seu mangá ia usar as constelações como um tema muito importante e sempre presente, ele queria que seu protagonista, tivesse um movimento especial que fosse como uma chuva de meteoros. [1]

A aparência de Seiya foi inspirado de Takane Ryūji, o personagem principal do manga de sucesso de Kurumada Ring ni Kakero criado 9 anos antes de Saint Seiya e que ele considera ser sua criação favorita. A maioria dos protagonistas em suas obras têm uma semelhança com Ryūji porque Kuramada se inscreveu no Osamu Tezuka's Star System (mantendo um elenco estável de personagens que desempenham um papel diferente ou similar nos vários trabalhos do autor, as vezes com a mesma personalidade). O mesmo processo foi utilizado para criar quase todos os outros personagens da série, como em todas as obras de Kurumada.[1]

Kurumada, uma vez declarou que, no primeiro momento, Athena não iria existir como uma personagem. Ela iria ter uma experiencia individual com cada um dos protagonistas, em maneiras espirituais diferentes. Mais tarde, ele pensou que esse conceito seria confuso para os leitores e difícil de usar, por isso ele decidiu incluí-la em seu manga como uma personagem, com suas próprias características e personalidade.

A armadura de ouro de Sagitário, foi escolhida como a mais famosa das armaduras de ouro devido ao seu simbolismo em relação ao personagem principal. O significado japonês do nome Seiya, "star arrow", é também uma metáfora para o "meteoro" e Sagitário que representa um arqueiro, então Kurumada pensou que iria ser uma combinação perfeita para Seiya, especialmente desde que ele já tinha em mente que Seiya iria, eventualmente, usar a armadura de ouro de Sagitário em certas partes. Por isso, o signo zodiacal de Seiya é Sagitário.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Seiya é o homônimo personagem principal da série Saint Seiya. Ele é um dos oitenta e oito Cavaleiros de Athena. Seiya extrai seus poderes do Cosmo, a energia do Big Bang que existe dentro de cada ser, e conecta um cavaleiro a armadura de sua constelação. No início da série, Seiya tem treze anos de idade.[2] Seu principal objetivo é encontrar sua irmã Seika, que desapareceu quando ele foi enviado à Grécia para treinar e se tornar um cavaleiro, sob a supervisão da amazona de prata Marin de Águia. Devido a suas semelhanças físicas com Seika, Seiya suspeita que Marin poderia ser sua irmã, mas mais tarde, ele descobre que ele está errado, e encontra a sua verdadeira irmã. [3] Seiya começa a lutar ao lado de outros cavaleiros de bronze, ainda que relutantemente, no inicio, as suas motivações mudaram para a proteção de Athena. Seiya é uma pessoa de ardente paixão e espírito, às vezes agindo de maneira impetuosa e impulsiva. Apesar disso, ele ainda é um jovem corajoso, bondoso e altruísta; e está sempre disposto a sacrificar-se para a justiça, seus amigos e Athena. Sua mais notável característica é a sua absoluta determinação e nunca recusar a desistir, mesmo quando confrontado com probabilidades impossíveis. Ele também tem o hábito de fazer piadas e pode ser indiferente sobre as consequências de suas ações. [4]

Habilidades[editar | editar código-fonte]

Como um Cavaleiro, Seiya tem sido treinado para aprender a usar a energia do cosmo dentro de seu próprio corpo e usá-lo para super força e velocidade. A armadura de pégaso que ele usa, representa a constelação de Pegasus, que é associado com Pégaso, o divino cavalo alado da mitologia grega; e protege o seu corpo, com maior durabilidade. Seiya treinou por seis anos e derrotou outros dez concorrentes para obter a armadura e o status de cavaleiro de Athena.[5] A armadura de bronze de pégaso foi danificado várias vezes ao longo da série, com Mu de Aries normalmente responsável por repara-la.[6] No mangá, a mudança de aparência da armadura ocorre cada vez que ela é reparada, enquanto ela permanece a mesma na adaptação do anime até que segundo de arco da série. Após os cavaleiros de ouro usarem o seu sangue para reviver as armaduras de bronze no final do arco do Santuário, a armadura de pégaso assume um tom dourado sempre que Seiya carrega seu cosmo ao máximo.[7] A versão da armadura que Seiya usa no arco de Hades possui asas que lhe permitem voar, tanto normalmente quanto através de dimensões.[8] Durante a luta de Seiya contra Thanatos, ela atinge o seu estado de armadura divina, que foi visto pela última vez nos tempos mitológicos e aumenta ainda mais o cosmo de Seiya e sua vitalidade.[9]

Em situações desesperadas, Seiya ocasionalmente usa a armadura de ouro de Sagitário, uma armadura cujo verdadeiro proprietário, Aiolos, morreu treze anos antes dos eventos da série.[10] A armadura de Ouro amplia cosmo de Seiya. No entanto, apesar de Seiya usa o armadura de Ouro de Sagitário muitas vezes ao longo da série para salvar Athena, ele nunca é oficialmente proprietário da armadura.[11]

Apesar de Seiya começa sua jornada como um cavaleiro de bronze, a menor dos três tipos de armadura dos cavaleiros de Athena, suas habilidades crescem gradualmente para rivalizar com os cavaleiros de ouro, o mais poderoso soldados de Athena. Ele consegue isso por despertar seu sétimo sentido, a essência e a origem do cosmo.[12] Antes de descer para o reino de Hades, ele também desperta o seu oitavo sentido, conhecido como Arayashiki, o que lhe permite entrar no Submundo, sem estar sujeito as regras de Hades.[13]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Saint Seiya[editar | editar código-fonte]

Seiya é jovem adolescente que é treinado por Marin na Grécia para obter a armadura de pégaso e voltar para sua casa, Japão. Lá ele descobre que sua irmã Seika, está desaparecida desde que Seiya foi treinar forçado na Grécia, sendo separado de sua mãe, seu amigo de infância, Miho, e todos os outros órfãos. Saori Kido negocia com ele para lutar contra outras pessoas que se tornaram cavaleiros para atrair a atenção da mídia e em troca ele teria um grupo de pesquisa para Seika. As constantes lutas Seiya são interrompidas por seu ex-companheiro de Ikki de Fênix, que deseja vingança por tudo que ele passou. Apesar de Seiya derrota Ikki com seus amigos, os cavaleiros são atacados por cavaleiros de maior classificação, os de prata, que são enviados pelo Santuário. Descobrindo que Saori é a reencarnação de Athena, o cavaleiros vão para o Santuário enfrentar o Mestre, mas para isso ele e os outros cavaleiros teriam que passar pelas doze casas.

Após a batalha, Seiya e seus amigos tem que a enfrentar a reencarnação de Poseidon, Julian Solo que pretende inundar o mundo. Os cavaleiros vá para o templo submarino de Poseidon, onde eles lutam contra Generais Marinas. No arco de Hades, Seiya é enviado para fora do Santuário por uma ordem de Athena que visa proteger os cavaleiros de bronze do senhor do Submundo, Hades. No entanto, Seiya vai para o Submundo para entregar a armadura de Athena para ela. Seiya finalmente chega nos Campos Elísios e, enquanto luta contra os deuses, Hypnos e Thanatos , ele descobre que sua irmã Seika está viva. Depois de derrotar Thanatos, Seiya encontra o Hades. Durante a luta, Seiya é ferido mortalmente pela espada de Hades.

Saint Seiya: Next Dimension[editar | editar código-fonte]

A História de Seiya continua no mangá de Kurumada de 2006, Saint Seiya: Next Dimension (canônica sequela e prequel). Aqui, Seiya é mostrado sentado em uma cadeira de rodas. Ele sobreviveu ao ataque de Hades, mas permanece em um estado de ruim, sofrendo da maldição de Hades. Para salvá-lo da morte, Saori Kido, Shun de Andrômeda, Ikki de Phoenix, Shiryu de Dragão, Hyoga Cygnus viajam para o passado para encontrar uma maneira de remover a espada de Hades antes que ele possa atacar Seiya.[14] Seiya é proclamado como o futuro de cavaleiro de ouro de Sagitário sucessor do Aiolos de Sagitário.[15]

Tenma de Pégaso[editar | editar código-fonte]

Tenma[16] é a encarnação de Seiya no século 18. Ele aparece em Saint Seiya: Next Dimension do Masami Kurumada e no mangá Saint Seiya: The Lost Canvas de Shiori Teshirogi . Ambos têm em comum serem amigos do corpo escolhido de Hades a cada era, Tenma é um amigo de infância de Alone. A tenma tem a mesma aparência que Seiya, e usa as mesmas técnicas.

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Nas adaptações animadas da série, Seiya foi dublado por várias vozes dos atores. Tōru Furuya que o dublou em 1986 na série do anime, todos as cinco versões teatrais, a primeira série de animações de vídeo original (OVA) adaptando o arco Hades do mangá original lançado em 2004, e o de 2012, a série de anime Saint Seiya Omega. Hiroko Emori , fez outras vozes para as cenas em que Seiya aparece como uma criança. No arco de Hades, nos episódios de 2005 a 2008, Seiya foi dublado por Masakazu Morita. Nas versões em português do anime, ele foi dublado por Hermes Baroli no Brasil e por Rogério Jacques em Portugal.

Recepção[editar | editar código-fonte]

No Japão, Seiya é o menos popular dos principais personagens de Saint Seiya, ocupando o quinto lugar nos personagens cavaleiros de bronze.[17]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Kappa Magazine, number 80 (em japonês). [S.l.: s.n.] 1999 
  2. Kurumada Masami, Project Seiya. Saint Seiya Encyclopedia. [S.l.]: Home. p. 40. ISBN 4-8342-1690-X 
  3. Kurumada, Masami (1991). «Chapter 104». Saint Seiya. 27. [S.l.]: Shueisha. ISBN 4-08-851789-X 
  4. Kurumada, Masami (1990). «Chapter 85». Saint Seiya. 23. [S.l.]: Shueisha. ISBN 4-08-851538-2 
  5. Kurumada, Masami (2004). «Chapter 1». Saint Seiya. 1. [S.l.]: Viz Media. ISBN 1-59116-470-2 
  6. Kurumada, Masami (2004). «Chapter 12». Saint Seiya. 3. [S.l.]: Viz Media. ISBN 1-59116-299-8 
  7. Kurumada, Masami (2006). «Chapter 15». Saint Seiya. 15. [S.l.]: Viz Media. pp. 6–9. ISBN 1-4215-0656-4 
  8. Kurumada, Masami (1991). «Chapter 100». Saint Seiya. 26. [S.l.]: Shueisha. pp. 146–147. ISBN 4-08-851788-1 
  9. Kurumada, Masami (1991). «Chapter 107». Saint Seiya. 28. [S.l.]: Shueisha. pp. 20–28. ISBN 4-08-851790-3 
  10. Kurumada, Masami (2005). «Chapter 27». Saint Seiya. 7. [S.l.]: Viz Media. p. 122. ISBN 1-59116-616-0 
  11. Kurumada, Masami (2005). «Chapter 27». Saint Seiya. 7. [S.l.]: Viz Media. p. 192. ISBN 1-59116-616-0 
  12. Kurumada, Masami (2005). «Chapter 29». Saint Seiya. 8. [S.l.]: Viz Media. p. 115. ISBN 1-59116-715-9 
  13. Kurumada, Masami (1990). «Chapter 84». Saint Seiya. 23. [S.l.]: Shueisha. ISBN 4-08-851538-2 
  14. Saint Seiya Next Dimension Vol. 1-10
  15. Saint Seiya Next Dimension vol. 11 cap.80
  16. Em Next Dimension, Tenma está escrito em kanji como Pegasus/Celestial Horse (天馬?); em The Lost Canvas, O nome de Tenma só é escrito em katakana, como resultado de ele ter nascido na Itália.
  17. Kurumada, Masami (2004). «Popularity polls». Saint Seiya. 3. [S.l.]: Viz Media. ISBN 1-59116-299-8