Selma Elias Westphal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Selma Westphal
Foto:Geraldo Magela/Agência Senado
Senadora suplente do  Santa Catarina
Período 6 de agosto de 2010
até 30 de setembro de 2010
(titular: Neuto de Conto)
Dados pessoais
Nascimento 8 de abril de 1948 (71 anos)
Imbituba, SC
Cônjuge Fúlvio Westphal
Partido PMDB
Profissão Pedagoga
linkWP:PPO#Brasil

Selma Elias Westphal (Imbituba, 8 de abril de 1948) é uma pedagoga e política brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha do ex-prefeito de Imbituba Eduardo Elias, é pedagoga formada na Universidade Federal de Santa Catarina. Casada com Fúlvio Westphal, tem duas filhas.

Foi secretária municipal de educação de sua cidade natal.

Em 2002 foi eleita segunda suplente do senador Leonel Pavan.

De 2003 a 2006 exerceu o cargo de secretária adjunta de Educação do Estado de Santa Catarina, no período em que a Secretaria de Estado da Educação era comandada pelo professor Jacó Anderle.

Com a eleição de Leonel Pavan para o cargo de vice-governador de Santa Catarina, em 2006, o primeiro suplente Neuto de Conto assumiu a titularidade do mandato, no período 2007-2011, e Selma Elias Westphal passou a exercer a primeira suplência.

Selma assumiu o mandato de senadora da República em 6 de agosto de 2010, em virtude do afastamento do titular Neuto de Conto, nomeado pelo então governador Leonel Pavan para o cargo de secretário de Estado da Articulação Nacional.

De 2011 a 2012 aceitou indicação do PMDB e convite do governador Raimundo Colombo para assumir a Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres do governo do Estado de Santa Catarina. Em 2013 assumiu a Secretaria Municipal de Assistência Social, em Imbituba.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.